17 de junho de 2024
Costa dos Coqueiros
Costa dos Coqueiros - Foto: Tatiana Azeviche

Codevasf anuncia construção de Ciclovia litorânea entre Aracaju e Salvador

Com 320 quilômetros de extensão, nova ciclovia será construída ao longo da Linha Verde interligando as capitais de Sergipe e Bahia

A Companhia do Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), anunciou esta semana a construção de uma ciclovia litorânea interligando as capitais de Sergipe e Bahia.

Com 320 quilômetros de extensão, a nova ciclovia será construída ao longo da Linha Verde, que no trecho no estado da Bahia é a BA-099, rodovia privatizada administrada pela Concessionária Litoral Norte (CLN). Já no Sergipe, a via para bicicletas acompanhará a estadual SE-100.

BA-099
Parte da ciclovia ligando os dois estados será construída na rodovia BA-099 – Foto: Wikipédia

Para o secretário de Turismo da Bahia, Fausto Franco, a prática do cicloturismo é uma realidade em diversos destinos mundiais – especialmente na Europa – e trazê-la para a Costa dos Coqueiros, zona baiana que segue até a divisa com Sergipe, irá proporcionar ricas experiências aos turistas e também oportunidades para geração de renda para a população local. 

“Quem fizer a visita terá a oportunidade de estar em contato com a exuberante natureza da região e também com a cultura local. Já os moradores das cidades margeadas pela rodovia e ciclovia terão a oportunidade de vender serviços e produtos típicos, incrementando a renda das comunidades”, comemorou. Fausto destacou ainda que a Costa dos Coqueiros abriga o maior parque hoteleiro do estado e está em plena expansão.

“Quem fizer a visita terá a oportunidade de estar em contato com a exuberante natureza da região e também com a cultura local”

O projeto da ciclovia interestadual é do deputado federal baiano Arthur Maia (Cidadania), com o apoio dos deputados federais de Sergipe Fábio Mitidieri, Fábio Henrique e Gustinho Ribeiro.

Recentemente, Arthur Maia destinou à Codevasf – através de emenda parlamentar –, o montante de R$ 1 milhão, para a realização do Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) da obra. A ação conta ainda com a parceria do Ministério do Turismo e o passo posterior será a elaboração do projeto executivo.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização