12 de junho de 2024
Bretelle Race Cycle7
Bretelle Race Cycle7 - Foto: Marcelo Barreto / MTB Brasília

Review: Bretelle Masculino Cycle7 Race

Marca nacional reúne alta qualidade de acabamento, forro e tecido tecnológico a um ótimo preço ao consumidor

Presente no mercado desde 2018, a Cycle7 faz parte do grupo Modelle, presente no mercado têxtil há mais de 20 anos. Com essa experiência, a marca conta com uma linha completa de vestuário para ciclismo, com modelos que incluem bermudas, calças, bretelles e jerseys que reúnem alta qualidade de acabamento, tecidos tecnológicos e um ótimo preço ao consumidor.

Entre os diversos produtos da marca, testamos o Bretelle Masculino Cycle7 Race, voltado para oferecer o máximo conforto e performance em pedaladas de longa duração.

Bretelle Race Cycle7
Bretelle Race Cycle7

Tecido tecnológico – O Bretelle Masculino Race utiliza tecido sintético composto por 79% poliamida e 21% elastano, caracterizado por possuir zero transparência, toque gelado e média compressão. O acabamento conta com costuras duplas, corte a laser com rubber antiderrapante na barra das pernas e alça em microfibra elástica na cor branca, que oferece total ventilação e passagem do ar. O uso da cor branca possibilita utilizar o bretelle com camisas de cores claras de forma discreta.

O Bretelle Race Cycle7
O Bretelle Race Cycle7 conta com alça em microfibra elástica na cor branca

Na parte traseira, o bretelle da Cycle7 conta com aplicações reflexivas, para melhor visualização do ciclista. Segundo o fabricante, o bretelle conta com índice de proteção FPS UV 50+, graças a um tratamento químico aplicado diretamente no fio do tecido e que não sai nas lavagens.

 

Forro Race D120 com gel
Forro Race D120 com gel

Forro, o grande diferencial – Maior destaque do bretelle da Cycle7, o forro utilizado conta acolchoamento em gel com zonas de densidades diferenciadas, mais firmes na região de contato com os ossos ísquios (densidade 120) e mais macios nas regiões onde o atrito e maior (densidades 80 e 40), como na zona perineal e na virilha. Isto proporciona um conforto excepcional principalmente em pedaladas de longas distâncias. Seu tecido de cobertura é respirável, macio e confortável, mantendo sob controle o atrito, a retenção de calor e a umidade.

De acordo com o fabricante, o forro do bretelle Race é recomendado para o uso com selins de bicicleta de até 170mm de largura.

Bolsos laterais – Para quem prefere transportar objetos diretamente nas roupas ao invés de utilizar bolsas ou mochilas, o Bretelle Masculino Cycle7 Race possui dois bolsos laterais, feitos com tecido telado reforçado.

O teste

Antes de começar um teste como este, é sempre bom lembrar que nem sempre o equipamento utilizado por um atleta profissional em perfeita forma física pode não ser o indicado para o ciclista amador com
barriguinha de cerveja. No meu caso, é bom destacar que sou um ciclista mediano com um ligeiro sobrepeso (1,79cm de altura por 79kg), adepto de pedaladas em asfalto e trilhas em terrenos e condições variadas.

Nessas condições, utilizei o bretelle por mais de um mês tanto em pedaladas de longa distância no asfalto quanto em trilhas de mountain bike, utilizando a roupa com e sem a combinação de cremes anti atrito, quase sempre na presença de um calor descomunal que tomou conta de Brasília nos últimos meses.

Mesmo sob um calor de mais de 30°C, o tecido do bretelle da Cycle7 manteve o conforto corporal na linha, mantendo uma boa respirabilidade e um ótimo escoamento do suor, coisa que no meu caso não é fácil!

A sustentação das alças é precisa e nunca excessiva, sem aquela sensação de que seus ombros estão sendo puxado para baixo durante a pedalada. Mesmo exatas na pressão, as alças mantém o conforto evitando o atrito e o calor graças ao tecido telado. Mai alta que outros bretelles que já experimentei, sua base ultrapassa bastante a linha do umbigo, ajudando na foto na hora de disfarçar a barriguinha de chope, ao custo de perder um pouco da transferência de calor na região.

De acordo com o fabricante, o uso de uma costura dupla e plana proporciona, além de maior durabilidade um menor desconfortos devido ao atrito, o que no meu caso não foi bem assim. Em algumas situações, a costura da parte frontal deixou uma boa marca na minha perna após uma pedalada mais longa. Nada muito grave, mas acredito que uma redução no número de costuras poderia evitar isso.

A compressão do bretelle é muito boa, potencializando a tonificação muscular das pernas. Apesar de fino e respirável, o tecido não gera transparência, mesmo molhado.

A barra das pernas conta com corte a laser com emborrachado antiderrapante, que na maioria das vezes manteve a roupa em seu lugar sem deslizar. Na perna esquerda, o bretelle conta com uma aplicação em relevo da marca Cycle7, que durante os testes acabou descolando após algumas lavagens.

Durante as pedaladas, ficou evidente a proteção UV do tecido do bretelle, que protegeu minha perna eficazmente contra os raios solares.

Bretelle Race Cycle7
O Bretelle Race Cycle7 conta com bolsos laterais para a armazenagem de objetos – Foto: Marcelo Barreto / MTB Brasília

Armazenagem de objetos – Embora não seja na minha opinião a solução mais elegante para a armazenagem de objetos, o uso de bolsos laterais no bretelle da Cycle7 possibilita o acesso rápido e descomplicado de smartphones ou carteiras, por exemplo, ainda que o preço a se pagar seja uma maior concentração de calor — e por consequência — suor na região.

Seja como for, os bolsos armazenaram meu celular com segurança e sem chacoalhadas que pudessem interferir na pedalada, sendo portanto uma alternativa interessante a ser considerada na hora da compra.

Conclusão

Em um mercado onde quase sempre o melhor é o mais caro, a oferta de um bretelle que reúne qualidade similar a um produto importado com um preço acessível é sempre bem-vinda e sem dúvida. O uso de matéria-prima tecnológica de alta qualidade aliado à qualidade de acabamento e um design limpo e elegante fazem do Bretelle Masculino Cycle7 Race uma excelente opção de vestuário técnico para ciclismo no Brasil.

Bretelle Masculino Cycle7 Race

Conforto e acabamento
Forro
Qualidade têxtil
Ajuste no corpo
Custo x benefício

Ótimo!

Confortável e com uma ótima relação custo x benefício, bretelle da Cycle7 é uma boa opção para pedaladas de longa distância

Preço e disponibilidade – O Bretelle Masculino Race pode ser adquirido diretamente na loja virtual da Cycle7, ao preço de R$ 260,10.

Pontos positivos

  • Forro confortável;
  • Alças arejadas;
  • Preço atrativo;
  • Qualidade têxtil;
  • Bolsos laterais.

Pontos negativos

  • Logomarca lateral pode descascar após algumas lavadas.

Sobre o autor

André Ramos é editor do website MTB Brasília
error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização