25 de fevereiro de 2024
Dassi Bikes

Rotores de freio construídos em grafeno chegam ao mercado em 2020

Material revolucionário leve e até 200 vezes mais forte que o aço será matéria-prima para a construção de discos de freio de alta performance, com apenas 30 gramas de peso total

O fabricante Dassi Bike anunciou o primeiro protótipo de um rotor para freios a disco construído em grafeno, material revolucionário utilizado na construção de pneus e quadros de bicicleta.

Segundo Stuart Abbott, fundador e CEO da Dassi Bikes, a empresa britânica especialista na construção de quadros em carbono e pioneira no uso do grafeno como matéria-prima na indústria ciclística já está testando vários protótipos de rotores há alguns meses e a versão definitiva do acessório poderá desembarcar nas lojas de todo o mundo já no primeiro trimestre de 2020.

Dassi Bikes
A Dassi Bikes é pioneira no uso do grafeno como matéria-prima na construção de quadros de bicicletas

Desenvolvido em 1987, o material – derivado do grafite e formado por átomos de carbono dispostos na forma hexagonal –, apresenta um incrível leque de potencialidades na fabricação de peças e componentes de bicicletas, onde já é utilizado na fabricação de quadros e componentes, além de pneus ultra leves e com uma resistência muito maior a furos do que os atuais modelos de borracha reforçada com kevlar ou aramide.

Até 200 vezes mais resistente que o aço, o grafeno destaca-se por sua incrível relação peso x resistência. Para se ter uma ideia, uma lâmina de grafeno de um metro quadrado  com a espessura de 1/10 de um fio de cabelo pesa apenas 0,77 miligramas e é capaz de suportar um peso de 4 quilos sem romper-se.

Rotores leves e resistentes – Graças a estas características, a utilização do grafeno no protótipo da Dassi Bikes resultou em um componente extremamente leve – apenas 30 gramas para um rotor de 160mm de diâmetro, contra 116 gramas do rotor Shimano XT MT800.

Ao contrário dos rotores de fibra de carbono lançados há algum tempo no mercado e que revelaram-se um fracasso de vendas, os novos rotores em grafeno da Dassi não são apenas leves. Graças às características do material, há uma dissipação do calor gerado durante o atrito com as pastilhas similar a que ocorre com os discos metálicos convencionais.

“A dissipação do calor é um atributo crítico que precisa ser levada em consideração durante o desenvolvimento de um rotor de freio. Em nossas primeiras tentativas começamos com um disco ainda mais leve, na faixa de 16 gramas, mas dependendo do tratamento necessário dado à superfície de frenagem, o peso final de nossos rotores de grafeno deverá ficar entre 28 e 32 gramas, de forma a não comprometer sua performance”, diz Abbott, que informa ainda que os novos rotores deverão utilizar apenas pastilhas de freio orgânicas.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização