16 de junho de 2024
Foto: Ivan Storti/CBC

Chileno José Rodriguez é o campeão da Volta Ciclística do RS

Foto: Ivan Storti/CBC
Foto: Ivan Storti/CBC

Vencedor da última etapa foi o brasileiro Antoelson Dornelles, da equipe São Francisco Saúde/Ribeirão Preto

Depois de cinco etapas disputadas, percorrendo cinco cidades e mais de 800 km, o jovem ciclista chileno José Rodriguez se tornou o grande campeão da primeira edição da Volta Ciclística Internacional do Rio Grande do Sul. O evento, que foi organizado pela Confederação Brasileira de Ciclismo com patrocínio da Caixa Econômica, começou na última quarta (9), em Porto Alegre e terminou neste domingo (13), na cidade de Nova Petrópolis.

Mesmo liderando a categoria Sub-23 desde a primeira etapa, José Rodriguez, de apenas 19 anos, não era cotado como um grande favorito ao título geral da competição. Mas a cada dia, o atleta chileno veio mostrando seu talento e precisou apenas da décima colocação na última etapa para ser o vencedor geral da competição.

“Esta foi a minha primeira vitória em uma volta ciclística. Eu estava liderando a categoria Sub-23, mas meu principal objetivo na competição sempre foi a vitória geral. Estou muito feliz pela conquista e dedico para toda a minha equipe. Sem os meus companheiros não seria possível terminar na primeira colocação”, afirmou o campeão.

Na disputa da quinta etapa, realizada neste domingo, com largada e chegada na cidade de Nova Petrópolis, os ciclistas pedalaram 195 km. O brasileiro Antoelson Dornelles (São Francisco Saúde/Ribeirão Preto) terminou na primeira colocação, somando a sua segunda vitória na competição, depois de completar o percurso em 4h26min30s. A segunda colocação ficou com Murilo Affonso (Ironage/Colner) a 5s, seguido por André Almeida (Funvic/BrasilInvest) a 9s.

Dornelles também comemorou a vitória geral da classificação por pontos, alcançada na última etapa. O ciclista de 28 anos, não escondeu a felicidade pela vitória e destacou a importância de alcançar resultados em eventos internacionais.

“Larguei na competição muito confiante. Fiz uma preparação especifica para as voltas do RS e do PR, pensando em brigar pela classificação geral. Infelizmente durante a primeira etapa tive alguns problemas mecânicos que acabaram me tirando da briga. Mas estou terminando a competição muito feliz com as duas vitórias por etapas. É sempre importante andar bem em competições internacionais. O próximo objetivo será a Volta Internacional do Paraná. Gostaria de agradecer a todos os meus companheiros e a equipe técnica pelo trabalho realizado”, declarou Antoelson.

Entre as equipes, a paulista Funvic/BrasilInvest levou a melhor. A Ironage/Colner terminou em segundo lugar e a São Francisco Saúde/Ribeirão Preto em terceiro. O campeão da montanha foi José Eriberto (Ironage/Colner).

A comissária internacional da UCI, Dorothy Abbott, elogiou o formato da competição e destacou o aprendizado de toda a equipe de trabalho durante o evento. “Tivemos uma primeira etapa longa e plana aonde todos os atletas tinham chance de vitória. Apesar de duas equipes terem desistido de participar do evento em cima da hora, tudo aconteceu de forma muito inusitada. O título esteve aberto até o último quilômetro da competição, com pelo menos seis atletas disputando diretamente a primeira colocação. Os resultados foram uma surpresa para todos. O evento também serviu bastante como aprendizado para o grupo de trabalho e isso é muito importante para o crescimento da modalidade no Brasil”, declarou Dorothy.

A Volta Ciclística Internacional do Rio Grande do Sul é uma organização da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) e Federação Gaúcha de Ciclismo (FGC), com supervisão da União Ciclística Internacional (UCI) e patrocínio da Caixa Econômica Federal.

Resultados

Classificação da quinta etapa

  1. Antoelson Dornelles (São Francisco Saúde/Ribeirão Preto) – 4h26min30s
  2. Murilo Affonso (Ironage/Colner) – a 5s
  3. André Almeida (Funvic/BrasilInvest) – a 9s
  4. Honorio Machado (Seleção da Venezuela) – a 51s
  5. Lepratti dos Santos (Osasco/New Millen) – a 53s

Classificação geral após a quinta etapa

  1. José Rodriguez (Clos de Pirque) – 18h53min23s
  2. Oscar Sanches (Funvic/BrasilInvest) – a 08s
  3. Gregolry Panizo (Dataro/Bottecchia) – a 10s
  4. André Almeida (Funvic/BrasilInvest) – a 11s
  5. Murilo Affonso (Ironage/Colner) – a 45s

Classificação geral por pontos:

  1. Antoelson Dornelles (São Francisco Saúde/Ribeirão Preto) – 27 pontos
  2. Cristian Clavero (Ironage/Colner) – 22 pontos
  3. Michel Fernandez (São Francisco Saúde/Ribeirão Preto) – 20 pontos

Classificação geral de montanha:

  1. Eriberto Medeiros (Ironage/Colner) – 26 pontos
  2. Otavio Bulgarelli (Funvic/BrasilInvest) – 18 pontos
  3. Victor Moreno (Seleção da Venezuela) – 18 pontos

Classificação geral Sub-23:

  1. José Luis (Clos de Pirque) – 18h53min23s
  2. André Almeida (Funvic/BrasilInvest) – a 11s
  3. Carlos Henrique (Start/Trigon Cycling Team) – a 12min04s

Classificação geral por equipes:

  1. Funvic/BrasilInvest – 56h41min18s
  2. Ironage/Colner – 56h46min16s
  3. São Francisco Saúde/Ribeirão Preto – 57h09min04s

Fonte: Confederação Brasileira de Ciclismo

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização