21 de julho de 2024
Shimano

Patente da Shimano revela novo modelo de transmissão sem gancheira

Estará a gigante japonesa seguindo os passos de sua principal concorrente? 

Na semana passada, o mundo ciclismo recebeu a notícia do lançamento de uma nova linha de grupos de transmissão da gigante norte-americana Sram, cujos câmbios são montados diretamente no quadro da bicicleta, sem o uso da gancheira, componente que equipa a grande maioria das bikes modernas.

De tão revolucionária a ideia que poucos dias depois foi noticiada a informação de que a Shimano estaria trabalhando em um sistema similar desde 2022, o que leva a indústria de bicicletas – e seus consumidores a questionar o futuro da gancheira nos modernos grupos de transmissão.

Primeiramente divulgada no website britânico BikeRadar, a patente registrada pela Shimano de número US Patent 20220204134 A1 descreve um novo modelo de câmbio traseiro que, de forma similar ao sistema de montagem direta Sram T-Type, é montado diretamente no quadro sem o uso de gancheira, através de um suporte que abraça ambos os lados do dropout direito da bike.

Sram
Transmissão Sram Eagle AXS com gancheira (esquerda) e no novo modelo, com montagem direta (a direita)

O documento de patente da Shimano em questão especifica um ‘dispositivo de suporte’ do câmbio traseiro e o mostra ilustrativamente em uso com o que parece um câmbio traseiro mecânico comum que, curiosamente, conta com uma polia para guiar o cabeamento, recurso utilizado por sua concorrente Sram.

Em outo desenho, a patente mostra um outro modelo de câmbio, desta vez de acionamento eletrônico, utilizando o mesmo sistema de montagem direta. Curiosamente, nos dois modelos prevalece a existência dos parafusos de regulagem limitadores e o de ajuste da altura da polia superior (B-Screw), eliminados na nova transmissão eletrônica da Sram.

Sem previsão – Até o presente momento, não há previsão de lançamento de nenhum modelo de transmissão da Shimano que utilize a montagem direta. Tampouco, há maiores informações sobre sua possível compatibilidade com os atuais modelos de quadro.

O fim da gancheira? – Ainda sem previsão de quando – se será produzido, a nova transmissão patenteada pelo Shimano ainda parece sonho distante, onde até lá ainda veremos muitas bikes utilizando a boa e velha gancheira.

Além disso, não está claro no registro da patente se este projeto de desviador traseiro seria ou não compatível com o padrão Sram UDH, que nos últimos anos tem sido utilizado de forma quase onipresente pelos grandes fabricantes de bicicleta. Estaria a Shimano disposta a utilizar um padrão desenvolvido por sua maior concorrente ou partiria para mais uma solução proprietária?

Seja como for, parece altamente provável que a Shimano acabe montando uma resposta a altura à grande mudança da Sram anunciada na semana passada. Só ainda é cedo para dizer quando.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização