16 de junho de 2024
Velocio
Foto: Divulgação / Velocio

SRAM entra no mercado de vestuário esportivo

Gigante norte-americana no mercado de componentes e acessórios para ciclistas e bikes adquire a marca de vestuário esportivo Velocio

Liderança global no mercado de componentes e acessórios para ciclistas e bikes, a SRAM dá mais um passo para expandir seus negócios. Menos de dois meses após comprar a Hammerhead, desenvolvedora do revolucionário ciclocomputador Karoo 2, a gigante norte-americana anuncia a aquisição da Velocio, marca de vestuário esportivo sediada na região de New England, Estados Unidos.

Velocio
Foto: Divulgação / Velocio

Com a aquisição, a Velocio passa a fazer parte de um dos maiores e mais diversificados catálogos de marcas do mercado de bicicletas do planeta, que inclui nomes consagrados como Rockshox, Quarq, Truvativ, Zipp e Time, além da já citada Hammerhead.

Criada em 2013, a Velocio rapidamente destacou-se no mercado estadunidense de vestuário para ciclismo graças aos seu design diferenciado, com tecidos e padronagens tão exclusivas quanto modernas. Sua parceria com a SRAM não é algo novo, já que ambas as marcas tem sido parceiras desde que se associaram para patrocinar a equipe feminina Velocio-SRAM em 2015, formada por ciclistas como Tiffany Cromwell, Tayler Wiles e Lisa Brennauer.

De acordo com comunicado enviado à imprensa especializada, a aquisição possibilitará uma maior escalabilidade da empresa no mercado mundial, mas as políticas e campanhas de marketing permanecerão independentes.

“Nossa cadeia de suprimentos, manufatura e design de produtos não serão gerenciados diretamente pela SRAM. Toda a estratégia de vendas e marketing continuarão definidas pela nossa marca. Nossa equipe de atendimento ao cliente continuará a mesma”, informa o comunicado.

Velocio
Foto: Divulgação / Velocio

O anúncio de hoje marca a primeira incursão da SRAM desde sua criação no setor de roupas e vestuário. Para muitos, a aquisição parece não se encaixar diretamente na estratégia global da empresa que, via de regra, opta por setores estratégicos do mercado de bicicletas visando sua supremacia sobre seu principal concorrente, a japonesa Shimano. A compra da Time em fevereiro do ano passado, por exemplo, foi uma jogada tática da SRAM que possibilitou adquirir a expertise na manufatura de pedais e competir de um nível mais equalitário com a Shimano e a Look, líderes neste segmento do mercado. 

A mesma coisa ocorreu com a união com a Quarq e PowerTap, especialistas em dispositivos eletrônicos de medição embarcada, cujos produtos competem diretamente com líderes do mercado como a Garmin e a Wahoo. Já sua última aquisição, a Hammerhead, irá possibilitar uma maior integração com seus grupos de transmissão eletrônica Eagle AXS, trazendo para o mercado um argumento de venda dificilmente batido por seus concorrentes.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização