22 de maio de 2024
Alex Malacarne
Alex Malacarne - Foto: Fotos: Alemão Silva / CIMTB

No pódio do XCO Sub-23, Alex Malacarne faz história na Copa do Mundo

Atleta brasileiro conquistou o terceiro lugar na etapa de Araxá da Copa do Mundo de MTB

As icônicas trilhas de Araxá-MG, patrimônio do Mountain Bike brasileiro, foram palco de um fato histórico na tarde do último sábado (20/04). O paranaense Alex Malacarne (Trinity Racing MTB) conquistou o terceiro lugar na prova de cross country olímpico (XCO) Sub-23 da Copa do Mundo de Mountain Bike – e se tornou o primeiro atleta do país a subir ao pódio em uma etapa brasileira da competição.

Alex Malacarne
Foto: Fábio Carvalho / MTB Brasília

A disputa em Minas Gerais marca a segunda etapa da Whoop UCI Mountain Bike World Series 2024, a principal competição em estágios do mountain bike mundial. Aos 22 anos, Malacarne fez uma corrida bastante sólida e levou ao delírio as milhares de pessoas presentes na arena montada no Grande Hotel Araxá.

“Foi como uma vitória este terceiro lugar. Meu primeiro pódio em uma Copa do Mundo, ainda mais no Brasil, foi muito especial. Receber todo o calor e a emoção do público, isso não tem preço”, explicou o atleta, logo após cruzar a linha de chegada.

Alex Malacarne
Pódio da Sub-23 Masculina – Foto: Fábio Carvalho / MTB Brasília

“Araxá é sempre o maior evento do mountain bike brasileiro. Todos os atletas se preparam para entregar a melhor performance do ano aqui, e esse ano com uma Copa do Mundo tenho certeza de que todo mundo estava no ápice. Conseguir um pódio nessas circunstâncias é ainda mais especial. Hoje eu escrevo a minha história junto com Araxá”, completou o brasileiro.

A prova – O norte-americano Riley Amos (Trek Factory Racing-Pirelli) segue dominante na categoria Sub-23 da Copa do Mundo de Mountain Bike. Depois de conquistar duas vitórias na primeira etapa em Mairiporã-SP, no Short Track (XCC) e no XCO, ele repetiu o feito em Araxá com mais duas vitórias.

Desde o início ele teve um embate roda a roda com o suíço Finn Treudler (Cube Factory Racing) – que acabou ficando com a segunda colocação. Amos fechou a prova com 01h01min51s, 9 segundos à frente do vice e 19 segundos de vantagem sobre Malacarne.

Alex Malacarne
Foto: Fábio Carvalho / MTB Brasília

“Foi muito difícil essa prova, mas nunca é fácil. Finn estava andando muito forte hoje, subindo melhor do que todos nós, e tudo o que pude fazer foi ficar colado nele. Me senti um pouco melhor faltando duas voltas para o final, vi uma oportunidade e tive a sorte de dar certo. Mas Finn é incrível, Alex fez uma corrida incrível, então tive sorte”, comentou Amos.

Além de Malacarne, outros brasileiros tiveram bons desempenhos em Araxá. Eiki Leôncio ficou na 32ª posição, enquanto Cainã de Oliveira garantiu o 37º lugar. Otávio de Souza, Fernando Nunes, Tales Soares, Rafael Assis, José Pereira Santos, Ramon Lopes e Guilherme Zanandrea fecharam a prova nas 42ª, 46ª, 48ª, 53ª, 56ª, 58ª e 59ª colocações, respectivamente.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização