21 de fevereiro de 2024
Detran-DF
Mais de 400 ciclistas participaram da 14ª edição do passeio ciclístico promovido pelo Detran na manhã deste domingo (24) - Foto: Joel Rodrigues / Agência Brasília

Passeio ciclístico no Parque da Cidade reúne mais de 400 participantes

O evento promovido pelo Detran-DF foi neste domingo (24) para fechar a Semana Nacional de Trânsito

Neste domingo (24), em alusão ao Dia Mundial Sem Carro, o Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) promoveu a 14ª etapa do Circuito Passeio de Bike Detran nas RA’s. Com largada no Estacionamento 11 do Parque da Cidade, às 9h, mais de 400 ciclistas marcaram presença no trajeto de 8km, feito pelo parque e uma parte da W4 Sul.

Ações educativas também foram promovidas antes da largada, com discursos e distribuição de kits para os participantes. O chefe do Núcleo de Campanhas Educativas do Detran, Miguel Videl, afirmou que o intuito do evento foi mostrar para a comunidade local que a bicicleta também faz parte do trânsito como veículo. Além disso, o gestor destacou que as campanhas têm o objetivo de mostrar a todos os ciclistas que eles têm regras de trânsito a seguir.

“Têm direitos, mas também têm deveres. Uma questão que chama atenção é que as pessoas pensam que a bicicleta não pode andar na via pública dos carros. Pode, desde que não haja ciclovia, ciclofaixa ou acostamento. Caso essa via não comporte o ciclista, ele tem todo o direito de andar nela, desde que seja no sentido da via e nunca na contramão. E, quando ele for atravessar a faixa de pedestre, desça da bicicleta e atravesse a faixa, como pedestre”, explica.

Miguel acrescentou, ainda, que uma das missões do órgão é trabalhar a questão da empatia, fazendo com que todos façam um trânsito mais seguro. “No trânsito, o maior sempre vai cuidar do menor. No trânsito, escolha a vida”, completou, com o tema da Semana Nacional de Trânsito.

Detran-DF
Nilson Carneiro, com a esposa Sandra e o filho Gabriel (8 meses): “É muito bom pedalar. A gente se sente melhor, dorme melhor, o humor melhora” – Foto: Joel Rodrigues / Agência Brasília

Família no pedal – O engenheiro dos Correios Nilson Carneiro pedala há cinco anos e participou do evento, enquanto sua esposa, Sandra Carneiro, aguardava com seu filho de 8 meses – o pequeno Gabriel Carneiro, que chegou na cestinha da bicicleta do pai.

“O Gabriel gosta muito dessas atividades outdoor. Ele veio para interagir e começar a ficar mais tranquilo com eventos de grandes proporções. É muito legal [eventos como este], porque vai trabalhando a cultura da pessoa e conscientizando cada vez mais, tanto pedestres, quanto ciclistas e motoristas. Acho importante acontecer com mais frequência. É muito bom pedalar. A gente se sente melhor, dorme melhor, o humor melhora”, relatou.

Detran-DF
A professora aposentada Márcia Pereira contou: “Quando comecei a pedalar, estava com 80 kg, hoje estou com 57 kg” – Foto: Joel Rodrigues / Agência Brasília

Para Márcia Pereira, a rotina com a bike começou há três anos. A professora aposentada começou a pedalar na pandemia da covid-19 para melhorar sua saúde. Este domingo foi a primeira vez que ela participou de um evento do Detran. “Quando comecei a pedalar, estava com 80 kg, hoje estou com 57 kg. Mas hoje esse esporte vai além da saúde. A importância do evento é de conscientização mesmo, a divulgação dos direitos do ciclista, como andar nas vias públicas. Vim fazer número para dar visibilidade a essa causa”, frisou a aposentada.

Segundo a diretora de Segurança no Trânsito da Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran), Maria Alice Nascimento, foi uma semana intensa de ações, muito importante para a conscientização das pessoas. “É importante essa conscientização com relação ao respeito e a cidadania, incluindo ciclistas, motociclistas e pedestres, de que o trânsito é feito por todos nós, não só por veículos. E respeitando, principalmente, essas pessoas vulneráveis no trânsito, trazendo esses conceitos para dentro das nossas instituições e para a nossa sociedade”, ressaltou a diretora.

Fonte: Agência Brasília, por Jak Spies

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização