19 de junho de 2024
Raiza Goulão
Raiza vibra com sua segunda vitória na etapa - Foto: Alemão Silva / CIMTB

Raiza Goulão vence a principal prova da Super Elite Feminina na CIMTB 2023

Disputa realizada na tarde deste domingo (16) teve Karen Olimpio e Isabella Lacerda no Top 3

As melhores ciclistas da América Latina disputaram no início da tarde deste domingo (16) a terceira e última prova da etapa de 20 anos da Copa Internacional de Mountain Bike (CIMTB) em Araxá para a Super Elite Feminina. Se no começo da competição, na última sexta-feira (14), a chuva forte dificultou a vida das atletas, nos dois dias seguintes o sol veio e o tempo firme deixou a pista do Barreiro em condições perfeitas para a prática do MTB. Após se poupar e não competir no Cross-Country Olímpico (XCO) de sábado (15), Raiza Goulão sagrou-se campeã mais uma vez em Araxá, vencendo o XCO Hors Class.

Raiza Goulão cruzou a linha de chegada após as cinco voltas previstas para sua categoria em 1h21min16, exatos 50 segundos à frente de Karen Olimpio, vice-campeã. Durante a prova, Raiza administrou volta após volta sua distância para a adversária, que sempre esteve entre cerca de 1min e 1min15. Na volta final, enquanto Karen apertou o ritmo, Raiza administrou. Isabella Lacerda (1h23min28), Giuliana Morgen (1h24min27) e Ines Gutierrez (1h25min53) completaram o top 5 da categoria.

CIMTB
Karen e Isabella em ótima largada no XCO HC – Foto: Alemão Silva / CIMTB

“Para mim, o que valia realmente dentro do meu calendário, era a disputa deste domingo. Vim para Araxá com essa estratégia de calendário, não de prova. Não foi para me poupar que não competi ontem, mas sim por minha meta ser Paris-2024. Existe um limite de corridas que somam pontos no ranking olímpico e, então, sexta e sábado eu não somava pontos. Decidimos participar do XCC, para ganhar ritmo. No fim das contas, por não competir no dia de ontem acabei gastando menos energia do que as adversárias”, explicou Raiza.

“Larguei e consegui encontrar o meu tempo certo e a fluidez correta na pista. Pelo primeiro ano da minha carreira, não cometi nenhum erro aqui em Araxá. Estava aqui desde quarta. Corri na sexta com muito barro e neste domingo foi excelente. Assumi a liderança nas partes técnicas, observando bem a Karen. Sabia que ela era forte na subida, mas na descida eu conseguia boa distancia”, analisou a vencedora. “Araxá tem um gosto a mais. Foi a minha primeira prova fora de Goiás. Sexta-feira me lembrou muito minha primeira vez, lá em 2010. Sinceramente, é a prova mais importante do ano para mim”, finalizou.

Maiores pontuadoras da etapa – Em termos de classificação para os Jogos Olímpicos de Paris 2024, a ciclista Karen Olimpio foi um dos grandes destaques, com dois ótimos resultados em Araxá. O título do XCO e o vice-campeonato do XCO HC garantiu a Karen 140 pontos nos ranking UCI. Já na disputa pelo troféu de 2023 da CIMTB, Isabella Lacerda é quem assume a liderança após três corridas. A regularidade de Isabella nas três disputas garante a ela 116 pontos no ranking, contra 105 de Agustina Apaza (ARG) e 104 de Giuliana Morgen.

“Estou muito feliz com os resultados nas duas corridas que disputei. Optei não correr o Short Track, porque o XCO é bem duro e vale muito mais pontos. Boa escolha, porque consegui andar forte e garantir o segundo lugar. Estou muito feliz, porque pontuei muito bem no ranking olímpico e também no da CIMTB. Feliz demais com a conquista de ontem (sábado), na etapa de Araxá que é tão especial”, comemorou Karen Olimpio. “Estamos só no primeiro semestre da temporada, mas fico bastante otimista para os próximos compromissos”, concluiu.

O peso das três provas das Super Elites na etapa – A etapa de Araxá da CIMTB marcou história no ciclismo brasileiro. Ao todo, foram ofertados 170 pontos nos rankings da UCI (União Ciclística Internacional), algo inédito no país no que diz respeito a uma prova nacional. Na sexta-feira, o Short Track ofereceu 10 pontos aos campeões. No dia seguinte, 60 pontos por ser classe 1 no ranking UCI. Já neste domingo, os vencedores das super elites levaram 100 pontos UCI, pontuação mais que importante no ranking que leva os atletas para Paris-2024.

Resultados

Top 10 da etapa do XCO Hors Class

  1. Raiza Goulão – 1h21min16
  2. Karen Olimpio – 1h22min06
  3. Isabella Lacerda – 1h23min28
  4. Giualiana Morgen – 1h24min27
  5. Ines Gutierrez – 1h25min53
  6. Agustina Apaza – 1h27min35
  7. Hercília Najara – 1h28min21
  8. Yarela Gonzalez – 1h28min49
  9. Michela Molina – 1h29min09
  10. Letícia Cândido – 1h29min40

Top 5 do ranking da temporada na CIMTB

  1. Isabella Lacerda – 116 pontos
  2. Agustina Apaza – 105 pontos
  3. Giuliana Morgen – 104 pontos
  4. Karen Olimpio – 100 pontos
  5. Raiza Goulão – 95 pontos
error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização