16 de junho de 2024
Ciclovia do TTN
Foto: Divulgação / DER-DF

Governo projeta expansão da malha viária do DF em 130km

Secretaria de Transporte e Mobilidade pretende interligar a malha cicloviária da Capital Federal e levar o projeto das bikes compartilhadas para outras RAs

A Secretaria de Transporte e Mobilidade do Distrito Federal (Semob-DF) anunciou esta semana seu projeto de interligar a malha cicloviária da capital federal através da criação de 130 km de ciclovias nos próximos quatro anos. Atualmente, a Capital Federal conta com 636,890 km de ciclovias distribuídas em 28 regiões administrativas – a segunda maior malha cicloviária do país, atrás apenas de São Paulo (SP), que conta com 699,2 km de pistas exclusivas para bicicletas.

“Temos um projeto pronto para interligar as ciclovias existentes”, afirma o secretário de Transporte e Mobilidade, Valter Casimiro, que tem trabalhado o assunto junto à comissão de transição, grupo do governo responsável pelo planejamento dos próximos anos e que tem atuado no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB). “A gente ainda tem muitos pontos que não fazem essa ligação, então a ideia é priorizar isso, fazer essa integração de toda a malha e colocar ciclovias nas cidades que ainda não as têm.”

Tembici
As estações do Parque da Cidade e das quadras 209 e 406 Norte são as que regisrtram mais retiradas e devoluções – Foto: Paulo H. Carvalho / Agência Brasília

Bicicletas compartilhadas – Além da expansão das vias cicloviárias, o Governo do Distrito Federal (GDF) pretende também levar o projeto das bikes compartilhadas para outras regiões administrativas.

Reinaugurado em outubro de 2021, o sistema conta hoje com 66 estações e 438 bicicletas. A meta é chegar a 70 estações e 500 bikes, levando o projeto, atualmente concentrado no Plano Piloto, a outras cidades.

“Quando a gente fez a licitação, a empresa só se interessou pela região central, então a proposta que a gente está colocando é a de dar alguns subsídios para que essas bicicletas também componham a mobilidade ativa nas regiões administrativas”, explica o secretário de Mobilidade.

Com informações da Agência Brasília

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização