16 de julho de 2024
Ricardo Pscheidt
Ricardo Pscheidt - Foto: Rivo Biehl

Ricardo Pscheidt e Tamires Radatz vencem o Riders MTB Festival 2022

Segunda edição da prova por etapas foi realizada em Balneário Camboriú (SC) neste fim de semana

Terminou neste domingo (28 de agosto) a segunda edição da Riders MTB Festival. O evento realizado em Balneário Camboriú (SC) ofereceu a experiência de uma competição de três dias do mais puro mountain bike raiz, com trajetos duros e trilhas desafiadoras como nas melhores ultramaratonas do mundo.

Riders MTB Festival
Foto: Rivo Biehl

O Riders MTB Festival é a maior corrida por etapas do Sul do Brasil e o único evento de mountain bike com a chancela da Cannondale no Brasil. A prova somou pontos para o ranking nacional da Confederação Brasileira de Ciclismo nas categorias XCM e XC3S.

A ultramaratona pode ser disputada em dupla ou individual, num total de 19 categorias, incluindo a categoria e-MTB, para bicicletas elétricas.

Riders MTB Festival
Foto: Rivo Biehl

Sonho realizado – No ano passado Juliano Salvadori, o idealizador e organizador do evento, assumiu o desafio pessoal de trazer uma ultramaratona para o Sul do Brasil nos moldes do que há de melhor nos países com forte tradição no mountain bike. Nos 25 anos de seu envolvimento com a modalidade, Salvadori conheceu de perto as principais provas do mundo, como a Swiss Epic, Cape Epic, Brasil Ride, L’Etape, Tour, Giro e outras.

O sonho de realizar uma grande prova e entregar a mesma experiência, não só para os brasileiros, mas também para os ciclistas da América do Sul, se tornou realidade.

Consegui concretizar o sonho e entregar a experiência e as pessoas saíram daqui com o sorriso estampado no rosto e ouvi de muita gente que foi a melhor experiência que já tiveram em suas vidas no mountain bike. Você subiu a régua e entregou algo a mais em todos os sentidos. O teu trabalho está de igual para igual com qualquer ultramaratona do mundo. Hoje sou um cara feliz e realizado e ainda mais motivado para em 2023 entregar ainda mais para este público”, contou emocionado Salvadori.

Conforto e atrações – A arena de largada foi no Portal das Pedras, em Camboriú, com uma estrutura completa para o atleta, familiares e acompanhantes.

Riders MTB Festival
Foto: Rivo Biehl

Uma das atrações do local foi a Expo, com produtos das marcas dos patrocinadores. No estande da Cannondale o público pode conhecer os últimos lançamentos da marca e testar vários modelos.

A experiência para o ciclista foi pensada nos mínimos detalhes, que começou o kit do atleta diferenciado, entregue em uma caixa personalizada especialmente criada para o evento. Outro diferencial foram as medalhas de participação, que eram entregues a cada etapa e no final formavam uma mandala.

Na arena, a grande estrutura oferecia ao atleta e familiares todo o conforto para um fim de semana divertido, com guarda-bike, lava-bike, apoio mecânico da Shimano e 10 chuveiros quentes. Depois da etapa, tudo o que o ciclista tinha que fazer era deixar a bike no guarda-bike e recebê-la limpa no dia seguinte.

Para completar a diversão, shows de rock animaram as tardes de sábado e domingo e não faltaram cerveja artesanal, chopp e food trucks. As crianças também tiveram atividades e no sábado se divertiram com o MTB Kids. O jantar VIP fechou com chave de ouro a noite de sábado.

Percursos de alto nível – Os percursos das três etapas foram escolhidos a dedo pelos organizadores e agradou muito pela beleza e pelo desafio da altimetria. As subidas longas com trechos extremamente íngremes exigiram determinação e força dos atletas, mas as longas descidas fizeram a alegria dos ciclistas.

A prova começou no sábado com um prólogo às 16 horas, com 4km de extensão e 230 metros de altimetria. A etapa rainha, no sábado, teve 66km com 1.670 metros de ascensão acumulada. No domingo, a terceira etapa encerrou o evento com um percurso de 62km com 1.500 de altimetria.

Riders MTB Festival
Foto: Rivo Biehl

No sábado, teve até um longo e belo singletrack com vários pontos de desmonte para travessia de um belo riacho de água cristalina.

Em todo o trajeto, a organização cuidou com perfeição do bem estar do ciclista, com muitos staffs na sinalização e abundância de comida e hidratação, além de apoio mecânico da Shimano em pontos estratégicos do percurso.

No domingo, também foi realizado o Race Day, categoria criada para quem não pode disputar as três etapas e os competidores percorreram o mesmo trajeto da terceira etapa da ultramaratona.

Campeões – Na Elite Masculina, Ricardo Pscheidt (Edro Bikes / Hupi / RP7 Sports) confirmou a vitória na somatória geral dos tempos.

“Ontem eu torci o pé em um trecho de trilha e terminei com muita dor. Eu até pensei em não largar hoje, mas eu estava bem fisicamente, fiz uma boa prova e acabei como campeão geral com a vantagem que abri no prólogo”, contou Pscheidt.

Tamires Radatz
Tamires Radatz – Foto: Rivo Biehl

No Feminino, Tamires Radatz venceu as três etapas e garantiu o título de campeã da elite.

“Hoje acelerei tudo o que restou de forças. Apesar do cansaço acumulado conseguir abrir ainda mais vantagem e garanti a vitória”, comemorou a campeã.

André Gohr, atleta da Cannondale Brasil, comemorou o sucesso de mais uma edição do Riders MTB Festival.

“O evento foi um sucesso total e superou todas as expectativas. Acredito que o Riders MTB Festival vai virar referência para outros eventos no Brasil. Estou feliz pela oportunidade de poder ajudar a organização e de ter o contato direto com o público que veio nos prestigiar”, contou Gohr.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização