24 de julho de 2024
Karine Frota
Karine Frota - Foto: Wesley Kestrel / CBC

Karine Frota e Leandro Rabelo vencem o contrarrelógio da Copa Norte e Nordeste de Ciclismo

Seleção Baiana fechou o primeiro dia na liderança da classificação por equipes com 7 medalhas, sendo 4 ouros, 2 pratas e 1 bronze

A prova de contrarrelógio abriu a programação da 44ª edição da Copa Norte e Nordeste de Ciclismo nesta sexta-feira, 19 de agosto, com muita emoção e disputas acirradas que contaram com o grande apoio das delegações presentes. Na categoria Elite, os vencedores foram Karina Frota e Leandro Rabelo.

Com quatro medalhas no currículo, Karina Frota entrou na disputa como uma das principais favoritas. A piauiense completou o percurso em 6min25seg e garantiu a sua quinta medalha em copas, seguida por Jordana Castro com 6min43seg, e Alessandra Loureiro que fez 6min47seg, ambas da Seleção Tocantinense.

“Estou muito feliz, o percurso foi bastante exigente com muito sol e vento forte, mas o contrarrelógio é uma prova que eu geralmente consigo fazer bem e hoje mantive uma boa performance para levar mais uma medalha de ouro para o estado do Piauí.  Eu sempre me cobro bastante para entregar o meu melhor porque eu sinto muito orgulho do trabalho constante que a minha equipe vem realizando. Essa medalha eu faço questão de compartilhar com todos eles”, declarou a campeã Karina.

Na Elite Masculino, prevaleceu a regularidade do cearense Leandro da Costa, que pedalou forte do início ao fim para garantir a medalha de ouro com 5min37seg167. A prova foi a mais acirrada do dia, com a decisão entre os dois primeiros lugares ficando abaixo de um segundo de diferença.

“Muito emocionado com essa vitória. Eu passei por muitas dificuldades durante o ano inteiro, mas sempre acreditando com a ajuda da família, dos amigos e de todos os apoiadores. Agora estamos colhendo os frutos de toda essa persistência. Essa vitória vai para a minha filha Maria Helena. Estou muito feliz”, destacou Leandro.

“O circuito é muito técnico, tinha muito tempo que eu não competia em um local tão exigente. Essa dificuldade foi positiva, porque o percurso contava com características que são minha especialidade, então tentei aproveitar o máximo possível essas condições para fazer um bom resultado”, completou.

O rondoniense Vitor Eduardo Prado conquistou a prata com 5min37seg777, enquanto José Danrley, da seleção paraibana, marcou 5min40seg050 para completar o pódio em terceiro.

Na briga pela classificação por estado, os baianos saíram na frente com 156 pontos, contra 153 pontos do Pará e 146 pontos de Tocantins, segundo e terceiro, respectivamente.

Copa Norte e Nordeste de Ciclismo – Considerada a maior competição das regiões Norte e Nordeste, o torneio é realizado visando o desenvolvimento esportivo e a descentralização do ciclismo de estrada nacional através de todos os estados envolvidos.

As provas são realizadas envolvendo atletas desde as categorias de base, que contempla as categorias Infanto-juvenil, Juvenil e Junior, de 12 a 18 anos, até os mais experientes das categorias Master.

Nestes 44 anos de existência, sua maior herança foram os legados deixados nas cidades sedes por onde passa. Grandes nomes do ciclismo brasileiro surgiram através da Copa Norte e Nordeste e, hoje, a competição é uma das principais referências da modalidade nas duas regiões.

A Copa Norte e Nordeste de Ciclismo de Estrada 2022 é uma organização e realização da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) e Federação Pernambucana de Ciclismo (FPC), com apoio da Prefeitura de São Lourenço da Mata, através da Secretaria de Esporte e Cultura.

Programação

19/8 - Sexta-feira

  • 13h – Contrarrelógio Individual

20/8 - Sábado

  • 7h – Prova de resistência
  • 14h – Cerimônia de Premiação

21/8 - Domingo

  • 7h – Prova de Circuito
  • 13h – Cerimônia de Premiação

Conheça os últimos campeões por estado

  • 2021 – Pará
  • 2020 – Não teve (Pandemia)
  • 2019 – Tocantins
  • 2018 – Tocantins
  • 2017 – Pará
  • 2016 – Pará
  • 2015 – Bahia
  • 2014 – Pará

Fonte: Confederação Brasileira de Ciclismo

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização