21 de julho de 2024
Bikes vs Carros
Documentário Bikes vs Carros, de Fredrik Gertten - Foto: Reprodução

Brasília recebe Festival Internacional de Cinema e Mobilidade Urbana

Realizado no Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB), Cine Bike combina mostra de filmes sobre mobilidade urbana com atividades paralelas que celebram a bicicleta como estilo de vida

O Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB) de Brasília será palco entre os dias 19 e 31 de julho do Festival Internacional de Cinema e Mobilidade Urbana (Cine Bike), uma mostra de filmes e atividades que incentivam a reflexão sobre sustentabilidade e mobilidade urbana, onde a bicicleta é a grande protagonista, dentro e fora da tela. O Cine Bike conta com o patrocínio do Banco do Brasil e todas as atividades têm entrada franca.

As Bicicletas de Belleville (Les Triplettes de Belleville)
As Bicicletas de Belleville (Les Triplettes de Belleville), do diretor Sylvain Chomet – Foto: Reprodução

Com exibições de filmes ao ar livre e no cinema, exibições virtuais, oficinas, debates, passeio ciclístico e várias atividades educativas, a ideia do Cine Bike é propor a reflexão e a tomada de consciência ambiental em nome da sustentabilidade, investindo na educação, na informação e no divertimento.

A abertura do festival acontecerá no dia 19 de julho, terça-feira, às 19h, com a exibição dos filmes O garoto e a bicicleta — primeiro filme do diretor norte-americano Ridley Scott — e da produção portuguesa A alma de um ciclista, dirigida por Nuno Tavares.

Ao longo de duas semanas, serão exibidos filmes inéditos sobre mobilidade urbana realizados por diretores independentes de várias partes do mundo, além de clássicos do cinema que têm a bicicleta como um elemento relevante da narrativa, ficções, animações e títulos especialmente selecionados para o público infantil.

A Rainha Bicicleta (La Reine Bicyclette)
A Rainha Bicicleta (La Reine Bicyclette), do diretor Laurent Védrine – Foto: Reprodução

O festival conta ainda com passeio ciclístico, apoiado pelo Detran-DF; palestras com nomes de ponta do pensamento sobre mobilidade urbana no Brasil e em Brasília; oficinas de manutenção básica para pequenos consertos de bicicletas; atividades educativas para crianças (como aprender a andar de bicicleta, por exemplo); lançamento de livro; área para food-bikes; painel de debates, entre várias outras ações.

Um grande evento de cinema, mas também um fórum internacional de discussão, tendo a bicicleta como protagonista, dentro e fora da tela. A curadoria é do professor e crítico de cinema Sérgio Moriconi.

Programação Cine CCBB

19/07 – Terça-Feira

Teatro

  • 19h – Abertura: O garoto e a bicicleta (27’, Ridley Scott, 1965). Livre + A alma de um ciclista (74’, Nuno Tavares, 2021). Livre

*Apresentação da sessão pelo curador Sérgio Moriconi, distribuição de cartazes colecionáveis. Intérprete de libras

20/07 – Quarta-Feira

Cinema

  • 18h – Pânico na cidade (38’, Yann Le Quellec, 2014) + A volta em Minas (21’, Fernando Biagioni, 2021). Livre
  • 20h – Bike vs Carros (91’, Fredrik Gertten, 2015). 12 anos

21/07 – Quinta-Feira

Cinema

  • 18h – No rastro das cargueiras (71’, Carol Matias, 2020). 12 anos.

*Sessão com a presença da diretora.

  • 20h – O garoto da bicicleta (87’, Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne, 2011). 12 anos

22/07 – Sexta-Feira

Cinema

  • 18h – Ladrões de bicicleta (93’, Vittorio de Sica, 1948). 12 anos
  • 20h – Velotopia (52’, Erik Fretel, 2012). 12 anos

23/07 – Sábado

Cinema

  • 15h30 – Pedalar é suave, de Flora Gondim (26’30, Flora Gondim, 2018) + Lulu vai de bike (15’, Edson Fogaça, 2019)

*Sessão seguida de debate com os diretores. 12 anos

  • 17h – Meu segredo italiano (92′, Oren Jacoby, 2014). Livre

24/07 – Domingo

Cinema

  • 15h – Elo Perdido – o Brasil que pedala (30’, Renata Falzoni, 2019) + Explorando as ruas de Estocolmo (13’, Clarence Eckerson Jr., 2014). Livre
  • 17h – A rainha bicicleta (52′, Laurent Védrine, 2013)

26/07 – Terça-Feira

Cinema

  • 18h – O caminho das nuvens (85’, Vicente Amorim, 2003). 14 anos
  • 20h – O Sonho de Wadjda (97’, Haifaa Al Mansour, 2012). 12 anos

27/07 – Quarta-Feira

Cinema

  • 18h – As pernas de Amsterdam (13’, Wytse Koetse, 2015) + A alma de um ciclista (74’, Nuno Tavares, 2021). Livre
  • 20h – Carrossel da esperança (86′, Jacques Tati, 1949). Livre

28/07 – Quinta-Feira

Cinema

  • 18h – As bicicletas de Havana (6’, Ian Clark e Diego Vivanco, 2014) + Todos os corpos na bike (13’21’, Zeppelin Zeerip, 2020) + Mama Agatha (16’, Fado Hindash, 2015) + Pai e Filha (8’, Michael Dudok de Wit, 2000). 10 anos
  • 20h – A rainha bicicleta (52’, Larent Védrine, 2013). Livre

29/07 – Sexta-Feira

Cinema

  • 16h30 – Curtas Clássicos: Os pivetes (18’, François Truffaut, 1957) + Escola de Carteiros (15’, Jacques Tati, 1947)+ O garoto e a bicicleta (27’, Ridley Scott, 1965) . 12 anos
  • 18h – O porta-voz (13’, Dean Saffron, 2013) + O homem que vivia em sua bicicleta (3’, Guillaume Blanchet, 2012) + Circulando pelo enquadramento (17’, Cynthia Beatt, 1988). 12 anos
  • 20h – O quadro invisível (60’, Cynthia Beatt, 2009). 14 anos

Programação ao Ar Livre

23/07 – Sábado

  • 9h30 às 12h – Atividades lúdicas e educativas para crianças com a equipe do Departamento Educativo do Detran-DF. Acesso livre.
  • 15h30 – Oficina “Pedalando com a Bike Anjo”. Atividade que pretende ensinar crianças, jovens e adultos a andarem de bicicleta. Inscrições prévias.
  • 18h – Sessão infantil: Um, dois, árvore (7’, Yulia Aronova, 2014) + A bicicleta do elefante (9’, OlesyaShchukina, 2014) + Escola de Carteiros (15’, Jacques Tati, 1947) + Ciclo (2’15, Sophie Olga de Jong e SytskeKok, 2019) + Pedalando com Molly (1’46’, Sara Chia-Jewel, 2021). Livre + Ernest e Célestine no inverno (48′, Julien Chheng e Jean-Christophe Roger

Área Externa – Telão

  • 18h30 – Porque pedalamos (60′, Gertjan Hulter e Arne Gielen, 2020)

24/07 – Domingo

  • 9h30 às 12h – Lançamento do livro infantil “Pedalar é suave”, de Josi Paz.
  • Atividades educativas realizadas pelo Detran-DF. Acesso livre.
  • 15h30 – Oficina “Como melhorar a sua bicicleta” com o ciclista e terapeuta Marcelo Ribeiro. Área externa do CCBB. Inscrições prévias.

Área Externa – Telão

  • 18h30 – As bicicletas de Belleville (80′, Sylvain Chomet, 2004)

30/07 – Sábado

  • 9h30 às 12h – Oficina “Pedalando com a Bike Anjo”. Atividade que pretende ensinar crianças, jovens e adultos a andarem de bicicleta. Inscrições prévias.
  • Atividades educativas realizadas pelo Detran-DF. Acesso livre.
  • 15h – Oficina de manutenção básica de bicicleta
  • 16h – Passeio ciclístico saindo do CCBB e retornando ao mesmo local para a sessão de cinema ao ar livre. O passeio será organizado pelo Detran.
  • 19h – Escola de Carteiros (15’, Jacques Tati, 1947) + Porque pedalamos (60’, Gertjan Hulster e ArneGielen, 2020). Livre

31/07 – Domingo

  • 9h30 às 12h – Atividades educativas realizadas pelo Detran-DF. Acesso livre.
  • 18h30 – As bicicletas de Belleville (80’, Sylvain Chomet, 2004). 10 anos

Encontros Cine Bike

Dia 21/07 – Quinta-Feira

  • 15h30 às 17h – Os avanços dos planos de mobilidade urbana no Brasil.
    Com: Ana Luiza Carboni (União dos Ciclistas do Brasil), Joyce Ibiapina (Bike Anjo) e Cristina Rego de Queiroz (arquiteta e urbanista)

Dia 27/07 – Quarta-Feira

  • 15h30 às 17h – A bicicleta como meio de locomoção e liberdade para pessoas com deficiência.
    Com: Júlia Maia (ciclista), Cláudio Civati (representante paraciclismo no DF) e Larissa Moreira (Projeto DV na Trilha – Deficiente Visual na Trilha). Encontro com intérprete de libras.

Dia 28/07 – Quinta-Feira

  • 15h30 às 17h – Ruas e cidades humanizadas – Slowmovement. Com: Renata Aragão (Coordenadora Geral da ONG Rodas da Paz), Ana Júlia Pinheiro (Idealizadora da campanha Paz no Trânsito” de Brasília), Marcelo Granja (Diretor de Educação de Trânsito do Detran-DF) e representante da Secretaria de Mobilidade Urbana do DF.

Mostra Online

29/07 – Sexta-feira

  • A alma de um ciclista (74’, Nuno Tavares, 2021)

30/07 – Sábado

  • Bike vs Carros (91’, Fredrik Gertten, 2015)

31/07 – Domingo

  • Sessão curtas: O porta-voz (13’, Dean Saffron, 2013) + Explorando as ruas de Estocolmo (13’, Clarence Eckerson Jr., 2014) + Todos os corpos na bike (13’21’, Zeppelin Zeerip, 2020)
error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização