17 de junho de 2024
Raiza Goulão
Raiza em ação - Foto: Guilherme Haruo

Raiza Goulão relata sua participação no Pan-Americano de MTB 2022

Atleta brasileira detalha a conquista da Medalha de Bronze no XCC e a sexta colocação no XCO

Disputamos nesta última semana o Campeonato Pan-Americano de Mountain Bike em Catamarca, na Argentina. Já havia competido no local em 2016, quando conquistei a medalha de prata naquela ocasião, também nesta mesma competição, à época na modalidade Cross-Country Olímpico (XCO).

Raiza Goulão
Foto: Guilherme Haruo

Iniciei esta edição de 2022 competindo no Short Track (XCC),prova em que me senti muito bem, e logo pude garantir o Bronze para o Brasil. Foi um grande aprendizado e, mesmo com um erro de estratégia, fiz um terceiro lugar no XCC.

O clima na Argentina nesta época do ano alterna muito. Cheguei um pouco resfriada à Catamarca e acabei sentindo as condições climáticas, com muito pó e frio. De sexta (27/05) até domingo (29/05) acabei piorando um pouco, então não estava 100% bem dentro da pista durante o Cross-Country Olímpico, principalmente no que diz respeito a parte física. Porém, isso não pode servir como desculpa. Nós atletas temos que saber nos adaptar.

No XCO eu larguei bem, com a estratégia de fazer uma boa primeira volta para tentar me manter na frente. Logo no início do circuito há um downhill, ou seja, quem entrava na frente, já dominava metade da volta. Larguei em segundo, tentei fazer uma volta constante, porém tive um azar de furar o pneu da bicicleta logo no segundo downhill. Tive que pedalar no aro e depois empurrar, levando também um tempo para troca de roda. Isso me tirou da briga pela vitória.

Raiza Goulão
Foto: Guilherme Haruo

Lutei até o último momento para tentar garantir um Top 3, mas acabei finalizando em 6º lugar. De qualquer forma, esse Pan-Americano na Argentina me mostrou que eu estou no caminho certo. Estou voltando, em uma ascensão grande.

Retorno para casa e, na quarta-feira (1/06), reinicio minha rotina de treinos novamente. Agradecimento especial a minha equipe Squadra Oggi por toda a estrutura. Pela primeira vez após oito ou nove antes, não fui convocada pela Seleção Brasileira.

Fiquei feliz, por ser tão bem acolhida pela minha equipe. O Mineiro, nosso mecânico, foi quem me salvou e fez um trabalho essencial, para deixar nosso equipamento alinhado para competir. Agradeço também nosso filmmaker, o Guilherme Haruo, uma pessoa ímpar que traz um ambiente bem bacana. Ele nos permitiu passar para nossos fãs no Brasil, momentos de bastidores da prova em Catamarca, e isso é muito legal.

Raiza Goulão
Foto: Guilherme Haruo

Sigo bastante motivada, para as próximas competições que tenho pela frente na temporada. Vamos em frente, porque em junho teremos a Taça Brasil de Goiânia, entre os dias 18 e 19, e depois a CIMTB em Araxá, nos dias 25 e 26, visando chegar bem, logo em seguida, à temporada de meio de ano na Europa.

Sobre a autora

Raiza Goulão Henrique é ciclista olímpica brasileira especializada no Mountain Bike. Bicampeã pan-americana de MTB Sub-23, representou o Brasil nos Jogos Olímpicos Rio-2016 no cross-country feminino do ciclismo
error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização