16 de julho de 2024
S-Works Torch
S-Works Torch

S-Works Torch, uma sapatilha feita para ‘desaparecer nos pés’

Voltada para ciclismo de estrada de alto desempenho, novo calçado topo de linha da Specialized promete ajuste perfeito, leveza e máxima transmissão de potência

A Specialized anunciou hoje (24/05) o lançamento de sua nova sapatilha S-Works Torch. Voltado para o ciclismo de estrada de alto desempenho, o novo calçado topo de linha da marca estadunidense chega ao mercado com a proposta nada modesta englobar em um único produto um ajuste perfeito, leveza e máxima transmissão de potência, dando a impressão de ‘desaparecer’ sob os pés.

Ajustabilidade sem precedentes – Desde que criou o conceito Body Geometry em 1997, uma das maiores obsessões da Specialized tem sido otimizar os pontos de contato entre o ciclista e a bicicleta como selim, guidão, manoplas e sapatilhas, propondo soluções no design destes componentes e acessórios, com base em dados científicos.

Com a aquisição pela Specialized do sistema de posicionamento biomecânico Retül em 2013, a marca passou a dispor de uma base de dados de milhares de ciclistas de biotipos e condicionamento físico distintos.

No caso específico das sapatilhas, o conceito Body Geometry se traduz em um design que inclui no solado da S-Works Torch uma correção de 1,5mm em sua inclinação, com o intuito de estabilizar o antepé, o joelho e o quadril, de forma otimizar a potência de pedalada com o máximo de conforto e sem risco de lesões.

As sapatilhas Body Geometry são projetadas com suporte de arco moldado e patenteado na sola de forma criar uma estrutura de suporte que elimina o colapso do pé, aumentando a potência e a eficiência da pedalada sem sacrifício do conforto, já que evita a compressão e colisão dos nervos e artérias que dão origem à dormência nos pés sobre a bike.

Solado rígido e leve – Com base nas informações coletadas de mais de 100 mil medições de pés da base de dados Retül, a Specialized optou por ampliar a largura do solado de carbono da S-Works Torch em 4mm, além de dotá-la de uma estrutura interna denominada I-Beam, que reforça sua rigidez estrutural sem adicionar peso extra.

S-Works Torch

Salto assimétrico – O posicionamento do salto de um calçado para ciclismo é um aspecto vital no rendimento do mesmo. Se por uma lado precisa ser sólido o suficiente para manter os pés corretamente posicionados, por outro lado deve permitir a flexão do tornozelo durante o movimento da pedalada. Para resolver o problema, a Specialized optou por um salto assimétrico que leva em consideração a correção do posicionamento dos joelhos aplicada no sistema Body Geometry, proporcionando maior apoio ao tendão de aquiles em seu lado interno, enquanto deixa a parte externa do tornozelo mais liberada para permitir sua oscilação.

S-Works Torch

 

Cabedal – Para o forro de sua nova sapatilha, a Specialized optou por um ‘sanduíche’ de distintos materiais em função da zona específica, resultando em um calçado reforçado, mas sem perder suas características de respirabilidade e conforto.

O sistema de fechamento é realizado por dois botões botões de catraca milimétrica BOA, que proporcionam um ajuste com o máximo de conforto, sem pontos de pressão incômodos.

Especificações técnicas

Peso: 450 gramas (o par, no tamanho EU42)
Solado: Fibra de carbono
Sistema de fechamento: Twin BOA S3 Dial
Cores: Carvalho, Branco, Preto

Preço e disponibilidade – Disponível para a venda nas revendas Specialized de todo o Brasil, as novas sapatilhas S-Works Torch podem ser adquiridas ao preço de R$ 3.390,00, nos tamanhos 36 a 49 (Europa), em três opções de cores: Carvalho, Branco e Preto.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização