15 de julho de 2024
Jolanda Neff
Jolanda Neff comemora vitória - Foto: Cesar Delong / CIMTB

Suíça Jolanda Neff vence em Petrópolis o XCO da Copa Internacional de MTB

Atual campeã olímpica liderou a prova do início ao fim, à frente da austríaca Laura Stigger e da atual campeã do mundo, a britânica Evie Richards

A Super Elite Feminina da Copa Internacional de Mountain Bike (CIMTB) agitou os amantes do ciclismo no início da tarde deste domingo (3) em Petrópolis (RJ). Poucos minutos após a largada, às 12h, uma chuva torrencial tomou conta do local e deixou o circuito ainda mais desafiador para as atletas. Atual campeã olímpica, a suíça Jolanda Neff assumiu a liderança logo no início e construiu de forma sólida sua vitória no Cross-Country Olímpico (XCO). Ela cruzou a linha de chegada, após cinco voltas, com o tempo de 1h26min05. A austríaca Laura Stigger e a britânica Evie Richards, dona da Rainbow Jersey de campeã mundial, completaram o Top 3, ambas a pouco mais de 6 minutos de diferença para a vencedora. Kate Courtney, dos Estados Unidos, e Sina Frei, da Suíça, completaram as cinco primeiras colocações.

Jolanda Neff mostrou o porquê de ser uma das melhores ciclistas da história do mountain bike. Além de ser a atual dona da medalha de ouro dos Jogos Olímpicos, já foi campeã mundial e também ostenta títulos em diversas outras categorias do esporte. “Foi incrível. Já estive aqui outras vezes, em 2014 e em 2016, e tenho grandes memórias. Todos são tão animados pelo mountain bike, então é sensacional vir aqui. Não via a hora de chegar ao Brasil”, declarou a ciclista suíça.

CIMTB
Largada da Elite Feminina – Foto: Ney Evangelista / CIMTB

“A pista é incrível. É como um parque de aventuras. Uma verdadeira Disneylândia! Eu me diverti demais. Eu realmente amei cada minuto aqui”, comentou a vencedora, que em seguida falou sobre a expectativa para a Copa do Mundo  de MTB. “Pude sentir como está o calor aqui no Brasil, uma vez que eu venho de um período de inverno na Europa. Sei que temos que nos acostumar com essa adversidade, mas sei que ainda tenho uma semana para chegar a competição. Estou realmente feliz de estar aqui”, finalizou.

Em sua primeira visita ao Brasil, a vice-campeã Laura Stigger, da Áustria, exaltou a possibilidade de ter uma competição acontecendo no mesmo circuito que irá receber a Copa do Mundo de Mountain Bike em alguns dias, entre 7 e 10 de abril, também em Petrópolis.

“Definitivamente foi um bom começo para a semana de provas da Copa do Mundo. Todos sabemos que no domingo que vem, será completamente diferente. O foco será outro, mas para mim é um sentimento ótimo eu ter ido bem na prova da CIMTB e ganhar confiança. Foi maravilhoso. Amo quando está clima chuvoso. Agradeço muito aos meus mecânicos, por terem colocado pneus de chuva e tive sorte de ter confiado neles”, disse Laura. “Fiquei impressionada com a região e com as pessoas daqui. A natureza é linda, fiquei maravilhada. Com certeza esta não será minha única vez aqui”, concluiu a austríaca.

Assim como Laura, Evie Richards também exaltou o recebimento dos torcedores brasileiros aos ciclistas estrangeiros. “É muito bom estar aqui, sentir o calor dos fãs brasileiros, que são incríveis. É legal demais ver como as pessoas gostam do nosso esporte por aqui e eu fico muito feliz de fazer parte deste show, com tantas outras atletas fortes, e assim poder incentivar as jovens ciclistas daqui, que nos assistiram fazendo nosso trabalho”, exaltou Evie Richards.

Melhores brasileiras na prova – A mineira Isabella Lacerda foi a melhor ciclista do Brasil na CIMTB, terminando em 11º lugar com o tempo de 1h36min38. “Não deu lugar no pódio, mas eu lutei até o último minuto. Estava muito perto da canadense Jenn Jackson na última volta, faltou bem pouco. Porém, preferi não me arriscar tanto, porque o objetivo maior está em chegar bem na Copa do Mundo. Não vou poder ir para a Europa ou Estados Unidos competir este ano, por questões pessoais, então poder estar nestes eventos em casa é tudo que eu queria. Tentei dar meu melhor, sem me colocar em risco e nem minha bicicleta e deu tudo certo”, disse Isabella. Estiveram também entre os destaques, as atletas brasileiras: Raiza Goulão (13ª colocada), Sabrina Silva (20ª), Aline Simões (23ª), Giuliana Morgen (24ª) e Stefanye Silva (30ª).

Top 10 do XCO – Super Elite Feminina

# Ciclista País Tempo
1 Jolanda Neff Suíça 1h26min08
2 Laura Stigger Áustria 1h32min10
3 Evie Richards Grã-Bretanha 1h32min33
4 Kate Courtney Estados Unidos 1h33min24
5 Sina Frei Suíça 1h33min42
6 Rocío Martinez Espanha 1h34min17
7 Yana Belomoina Ucrânia 1h34min28
8 Anne Tauber Holanda 1h34min36
9 Daniela Campuzano México 1h36min10
10 Jennifer Jackson Canadá 1h36min23
error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização