15 de julho de 2024
Polar Verity Sense
Foto: André Ramos / MTB Brasília

Review: Monitor de frequência cardíaca Polar Verity Sense

Sensor ótico da marca finlandesa alia precisão, facilidade de uso e conforto a uma ótima relação custo x benefício

Pioneira no uso do monitoramento cardíaco como ferramenta para aumento do desempenho esportivo, a Polar traz para o Brasil o Verity Sense, um novo modelo de sensor ótico de frequência cardíaca que promete o mesmo nível de precisão das cintas torácicas sem o desconforto das mesmas.

O Polar Verity Sense pode ser ajustado tanto ao braço quanto o antebraço do atleta

Apresentação – Entre os diversos dispositivos eletrônicos utilizados para auxiliar no treinamento esportivo, os chamados frequencímetros ou monitores de frequência cardíaca são provavelmente os mais populares. Seja para aumento de performance ou questão de saúde, o treinamento com monitores cardíacos proporciona uma maior controle sobre o nível e intensidade do exercício, auxiliando o atleta a estabelecer metas e limites.

Atualmente, o mercado oferece uma infinidade de dispositivos de medição da frequência cardíaca, seja através de relógios inteligentes ou smartbands, ou por meio se sensores específicos de maior precisão, que podem ser conectados a ciclocomputadores e smartphones. Estes sensores – via de regra apresentados na forma de uma cinta torácica – são nos dias de hoje os que oferecem a maior precisão na medição da frequência cardíaca, mas trazem também uma desvantagem: para funcionar, precisam estar abraçadas firmemente ao tórax do atleta, o que muitas vezes torna-se algo bastante desconfortável, principalmente em treinos de longa duração.

Ao contrário das cintas cardíacas que utilizam a tecnologia ECG, onde sensores medem a atividade elétrica diretamente do coração, o Polar Verity Sense utiliza LEDs para medir o fluxo sanguíneo e assim fornecer o índice de frequência cardíaca para o usuário, através da mesma tecnologia utilizada em smartwatches de última geração.

Polar Verity Sense
O Polar Verity Sense utiliza LEDs para medir o fluxo sanguíneo e assim fornecer o índice de frequência cardíaca para o usuário

O sensor é leve e compacto, vindo acompanhado de uma cinta elástica para ser fixado no braço ou, no caso de nadadores, encostado à têmpora através de um acessório que prende o sensor ao elástico dos óculos de natação. Por falar nisso, o Verity Sense oferece proteção contra água a até 50 metros de profundidade.

Polar Verity Sense
O Polar Verity Sense vem acompanhado de uma cinta elástica ajustável, um adaptador para porta USB, um adaptador para fixação em óculos de natação e uma bolsa para armazenagem – Foto: André Ramos – MTB Brasília

Memória interna – Um dos diferenciais que mais fazem diferença se comparado aos demais sensores de monitoramento disponíveis no mercado é a capacidade do Polar Verity Sense de armazenar informações em sua memória interna, podendo ser utilizado de forma totalmente autônoma, sem a necessidade de estar conectado a outro dispositivo externo. Com capacidade de 16MB de armazenamento, o sensor da Polar possibilita a gravação de dados de frequência cardíaca, duração do treino, calorias queimadas etc. de até 600 horas de treino.

Caso desejado, o Verity Sense também pode ser utilizado como um sensor comum, pareado com um smartphone ou ciclocomputador através de conexões Bluetooth ou ANT+ e fornecendo dessa forma, informações em tempo real para a tela do dispositivo.

Polar Verity Sense
O Polar Verity Sense conta com três modos de uso (Sensor remoto, Natação e Armazenamento de Dados)

Funcionamento – Extremamente fácil de utilizar, o Polar Verity Sense conta com um único botão de acionamento, que além de ligar e desligar o acessório, funciona também para alternar os três modos de uso (Sensor remoto, Natação e Armazenamento de Dados). Nas duas últimas opções, o sensor trabalha de forma totalmente autônoma.

No lado oposto ao botão, há um LED colorido que exibirá visualmente o modo em que você está – azul quando conectado a outro dispositivo, verde quando estiver armazenando dados, branco quando estiver no modo natação. Ao apertar o botão por três segundos, ele irá desligar.

A faixa elástica possibilita um ajuste rápido e confortável, infinitamente mais cômodo do que o uso de cintas torácicas. De acordo com a Polar, o Verity Sense pode ser fixado tanto ao antebraço quanto logo acima do cotovelo.

Comparativo de recursos entre a cinta cardíaca Garmin HRM Dual e o sensor Polar Verity Sense:

Dispositivo Garmin HRM Dual Polar Verity Sense
Sensor de frequência cardíaca
Local da medição Tórax Braço ou têmpora*
Tecnologia EKG Sensor de leitura ótica
Bateria
Removível
Modelo CR2032 Recarregável
Autonomia 12 meses 30 horas de uso
Proteção
Resistência a água
Profundidade máxima de imersão 50 metros 50 metros
Recomendado para uso em natação
Especificações
Peso 54,4 gramas 5 gramas
Tecnologia
ANT+
Bluetooth
Número de conexões simultâneas 2
Memória interna 16 MB (até 600 horas de treino)
Alcance de transmissão 3 metros Até 150 metros
Acelerômetro
Giroscópio
Magnetômetro

*Através de presilha para tira de óculos de natação, vendido separadamente

Conectividade e autonomia – Graças ao seu suporte a Bluetooth e ANT +, o Verity Sense é compatível com uma ampla gama de dispositivos, podendo ser facilmente pareado ao seu telefone, notebook, rolo de treino inteligente ou ciclocomputador. Nos nossos testes, ele se comunicou perfeitamente com o GPS Garmin Edge 1030.

Outro recurso interessante é o suporte a duas conexões Bluetooth simultâneas, que permite conectá-lo a diferentes dispositivos e monitorar a frequência cardíaca em duas plataformas diferentes ao mesmo tempo.

Quando totalmente carregado, o Polar Verity Sense proporciona uma autonomia de até 30 horas de uso. O carregamento ocorre via USB, encaixando o sensor em um adaptador especial fornecido. No meu caso específico, achei que o conector poderia ser um pouco mais comprido, já que seu formato atrapalha um pouco quando há duas conexões USB muito próximas uma da outra.

Polar Verity Sense
O conector curto pode atrapalhar um pouco, caso as conexões USB do seu computador sejam muito próximas – Foto: André Ramos / MTB Brasília

Precisão – Testado em conjunto com uma cinta torácica Garmin e um smartwatch Garmin 245 Music, foram obtidos valores muito próximos entre os dispositivos, com os mesmos picos e quedas de recuperação.

Conclusão

Se comparado às cintas de monitoramento cardíaco disponíveis no mercado, o Polar Verity Sense proporciona um nível de precisão bastante próximo das mesmas, sem o desconforto causado pelo aperto na região peitoral, o que por si só já faz com que o sensor da Polar seja levado em alta consideração.

A possibilidade de ser utilizado de forma totalmente autônoma é um apelo fantástico para os praticantes de corrida e natação, que podem contar com um monitor de frequência cardíaca leve e descomplicado, que não atrapalha em nada no desempenho nos treinos.

Polar Verity Sense
Polar Verity Sense

Quanto a questão custo x benefício, o sensor pode ser adquirido por um preço bastante inferior ao dos smartwatches disponíveis no mercado, oferecendo uma precisão muito maior.

Preço e disponibilidade – O Polar Verity Sense utilizado neste review foi adquirido no fim de novembro do ano passado por 699 reais.

Monitor de frequência cardíaca Polar Verity Sense

Facilidade de uso
Conforto e praticidade
Precisão
Custo x Benefício

Ótimo!

Pontos Positivos

  • Conforto;
  • Precisão;
  • Memória interna;
  • Alcance de transmissão
  • Versatilidade de uso.

Pontos negativos

  • Menos preciso do que os modelos com tecnologia ECG.

Sobre o autor

André Ramos é editor do website MTB Brasília
error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização