16 de julho de 2024
Campeonato Brasileiro de Paraciclismo
Foto: Ana Patrícia / CBC

Prova de resistência encerra Campeonato Brasileiro de Paraciclismo em Brasília

Campeonato chegou ao fim neste domingo, em Brasília, reunindo grandes nomes da modalidade

Encerrando o calendário nacional de Paraciclismo, o Campeonato Brasileiro reuniu mais de 120 ciclistas durante os dias 10 e 12 de dezembro em Brasília.  Com os resultados, os melhores atletas de cada categoria somaram pontos para o ranking nacional da modalidade e ainda tiveram a oportunidade de serem observados pela comissão técnica da seleção brasileira.

Campeonato Brasileiro de Paraciclismo
Foto: Ana Patrícia / CBC

“O campeonato foi muito bem disputado, os atletas mostraram que apesar das dificuldades do momento de pandemia que estamos atravessando estão ativos, estão conseguindo treinar com segurança e isso fica evidente dentro da pista. Estamos também felizes em observar alguns nomes novos começando a competir demonstrando uma renovação importante para o desenvolvimento do esporte”, declarou Edilson Rocha, o ‘Tubiba’, Coordenador do Paraciclismo da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC).

Campeonato Brasileiro de Paraciclismo
Foto: Ana Patrícia / CBC

Apesar do tempo seco e o forte calor durante boa parte do dia, a chuva também resolveu aparecer neste domingo, desafiando ainda mais os atletas. Em algumas categorias, o percurso, montado em um circuito no Setor Militar Urbano, na zona central do Distrito Federal, chegou a superar os 70km de distância.

Na categoria C4 Masculino, prevaleceu a experiência e a força do ciclista paraolímpico André Grizante, que venceu no sprint final com o tempo de 1h44min32s. Elielson Rodrigues terminou em segundo lugar, seguido por André Luiz Macedo, ambos com o mesmo tempo do campeão.

Campeonato Brasileiro de Paraciclismo
Foto: Ana Patrícia / CBC

“Primeiramente eu gostaria de agradecer a todos da CBC e CPB pelo excelente trabalho em estar conseguindo entregar um campeonato desde nível. A prova de hoje foi bem técnica, muita marcação, como algumas classes largam juntas, temos que pensar bem na estratégia correto para nada sair do controle. No final acabou indo para a chegada que é uma especialidade minha e consegui terminar com o tricampeonato da prova de resistência”, destacou André Grizante, atleta da Seleção Brasileira que participou dos Jogos Paralímpicos de Tóquio.

Campeonato Brasileiro de Paraciclismo
Foto: Ana Patrícia / CBC

Entre as mulheres da categoria WC2, Victoria Barbosa finalizou a prova na primeira colocação com 1h09min38, enquanto Mikaeli de Araújo ficou na segunda colocação. “Estou evoluindo cada dia um pouco e isso é fruto de muito trabalho, nada acontece por acaso, por isso gostaria de agradecer a todos que estão trabalhando comigo para que esses resultados pudessem se tornar realidade”, declarou Victoria.

Campeonato Brasileiro de Paraciclismo
Foto: Ana Patrícia / CBC

O Campeonato Brasileiro do Paraciclismo é uma organização e realização da Confederação Brasileira de Ciclismo e Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), com apoio da Federação Metropolitana de Ciclismo e Time Paracapital.

Fonte: Confederação Brasileira de Ciclismo

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização