16 de julho de 2024
Shimano Fest
Foto: Divulgação

Shimano Fest online supera expectativas de seus organizadores

De acordo com os organizadores, evento cumpriu o objetivo de oferecer ao mercado a oportunidade de apresentar produtos e dar destaque a atletas, sem deixar de movimentar seu tradicional lado social

Realizado entre os dias 2 e 3 de setembro pela primeira vez em sua versão online, o Shimano Fest apresentou hoje (08/09) um balanço do que aconteceu neste dois dias.

De acordo com os organizadores do evento, o Shimano Fest conseguiu cumprir seu objetivo de oferecer ao mercado da bicicleta a oportunidade de se reunir, apresentar produtos, novidades, dar destaque a atletas e ainda movimentar o tradicional lado social do evento.

“Quando nos propusemos a realizar uma versão virtual do Shimano Fest, sabíamos da importância de trazer um pouco da leveza, alegria e união que existe no evento presencial, para o universo do online, após mais de um ano de pandemia”, constatou Rogério Tancredi, gerente comercial e de marketing Shimano Latin America. “O desafio era grande, porém, nosso maior incentivo foi a adesão de grandes marcas parceiras do evento físico: isso nos deu confiança para arriscarmos”, conclui Tancredi.

O resultado deste ‘experimento’ deixou os organizadores do evento satisfeitos. No primeiro dia do evento, o número de acesso foi tão grande  que acabou por derrubar o servidor. Apesar do contratempo, a organização conseguiu corrigir a tempo e o evento voltou ao ar sem prejuízo para todos os públicos, curiosos em conhecer esta versão digital do festival da Bicicleta.

Já no dia 3/9, com todas as medidas preventivas tomadas para evitar qualquer tipo de problema, o Shimano Fest transcorreu de forma tranquila, com marcas, convidados especiais e demais atrações chamando atenção e despertando a curiosidade do público. 

Doação de Alimentos – Entre as inúmeras ações promovidas pelo Shimano Fest, destaca-se a campanha de arrecadação de alimentos pelas lojas e oficinas credenciadas Shimano Service Center (SSC), que conseguiram arrecadar mais de 6 toneladas de alimentos, que foram direcionadas a diferentes instituições como abrigos, orfanatos e casas de repouso.

Para manter a tradição de um verdadeiro festival da bicicleta, o aspecto social do Shimano Fest mais uma vez esteve em destaque com debates e interações importantes. No dia  2, a Abraciclo e a Aliança Bike fizeram apresentações com importantes dados do setor e informações de mercado e de infraestrutura. A mídia especializada também pode
comentar sobre os caminhos dos veículos de comunicação dentro de um novo cenário pós pandemia.

Henrique Avancini, campeão da prova de Short Track MTB da etapa de Lenzerheide na Suíça, também foi
destaque, ao falar ao vivo sobre este grande momento do ciclismo brasileiro.

Já no dia 3/9, a mobilidade esteve de volta à pauta em um grande bate papo envolvendo a União de Ciclistas do Brasil, o Pedala Manaus, a ONG Transporte Ativo e a associação Pedala Queimados. Os convidados expuseram as
dificuldades e realidade de cada região onde atuam. Um dos momentos mais esperados, das tradicionais homenagens no Shimano Fest, o Instituto Aromeiazero, o projeto Proteja o Ciclista e a associação Pedala Queimados foram homenageados por todo seu trabalho e envolvimento com a bicicleta. 

Para fechar o evento, dois momentos não menos marcantes aconteceram no decorrer da noite do dia 3: o debate Diversidade na Bike – “Multi elos como tecnologia da multiplicidade” trouxe para o mundo da bicicleta o debate do gênero, do empoderamento e também da falta de respeito com as minorias e com os ciclistas.

Na sequência, o bate papo envolvendo atletas e paratletas trouxe depoimentos e realidades de gente que superou e supera dificuldades físicas para levar o nome do Brasil em campeonatos mundiais e olimpíadas.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização