15 de julho de 2024
Blitz Alloy
Blitz Alloy - Foto: Rosana Baioco / MTB Brasília

Review: Bicicleta Blitz Alloy

Bicicleta nacional alia versatilidade de uso urbano com conforto na pedalada e facilidade de armazenagem

Cada vez mais vejo nas ruas bicicletas dobráveis, seja para uso de lazer ou meio de transporte. Credito esse aumento ao momento atual, de distanciamento social, alta no preço dos combustíveis e necessidade de evitar a aglomeração do transporte público, aliado à praticidade de uma bike que cabe no porta-malas de um carro compacto, possibilitando o uso combinado com carona ou aplicativo de transporte, a famosa intermodalidade.
E assim, a missão da vez é testar a bicicleta dobrável Blitz Alloy.

Blitz Alloy
Foto: Rosana Baioco / MTB Brasília

Ficha técnica

Quadro Alumínio 6061, com sistema M-Lock (trava magnética quando dobrada)
Guidão Alumínio, regulável
Manete de freios Alumínio
Freios Alumínio V-Brake
Canote Alumínio 31.8mm
Rodas Aro 20″ em Alumínio / Pneus 20″ 1.75 / Raios Aço Inox / Cubos em Alumínio
Câmbio 6v SunRace
Pedivela Alumínio 52 Dentes
Pedal Dobrável com Refletores
Corrente KMC
Descanso Regulável em Alumínio
Para-lamas Aço
Peso 13kgs
Carga máxima 95 Kgs
Garantia 1 ano

*Especificações fornecidas pela Blitz

Aparência – A primeira impressão foi ótima. A unidade que testei tem quadro preto, metais prateados e selim, manoplas e pneus na cor havana. Um conjunto elegante, quase vintage. Há ainda outras belas tonalidades de quadros, como blue jeans e goiaba, cores inusitadas que conferem a essa dobrável um visual retrô. Um escudo de metal na caixa de direção completa o visual clássico. Merece ponto positivo também o bem acabado conjunto de mesa e guidão, sem parafusos aparentes. O bagageiro, do mesmo material e cor do quadro, é muito prático e, dada a altura do canote, comporta um alforge mais alto ou mesmo uma caixa bem presa, sem apertos. O modelo testado já vem com campainha e refletores nos raios, como manda o Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Blitz Alloy
Foto: Rosana Baioco / MTB Brasília

Regulagens e conforto – As blocagens do canote e guidão são bem reguladas e precisas, mantendo as peças na altura escolhida sem a necessidade de ferramentas. O selim se manteve firme na posição determinada durante todos os trajetos efetuados com a bicicleta, alguns com mais de 30 minutos de duração. E, por falar em selim, esse é bem confortável, bem como as manoplas. É possível manter uma postura mais confortável e ereta, ou mais “agressiva”, devido à versatilidade das alturas de guidão e selim oferecidas. Essa versatilidade, somada ao quadro mais rebaixado, facilita o embarque e desembarque do ciclista na bike, tornando o modelo confortável também para pessoas com dificuldades de movimentos (idosos, gestantes, convalescentes).

Blitz Alloy
Mesmo desdobrada, a bicicleta da Blitz ocupa pouco espaço no elevador – Foto: Rosana Baioco / MTB Brasília

Desempenho – O passador do câmbio, modelo grip shift, entrega uma precisão aceitável na mudança das marchas. O câmbio traseiro com 8 posições garante o bom desempenho nas subidas, sem “faltar” marcha. A estabilidade nas descidas também é bastante boa neste modelo, que tem os aros 20”característicos da maioria das bicicletas dobráveis. Relaxe e deixe ir. O freio V-brake é honesto. Os deslocamentos que fiz com a bicicleta compreenderam boas subidas e me senti bem e satisfeita com o desempenho, sem esforço excessivo mesmo com os aros menores, respeitadas as características urbanas da bike.

Dobragem e portabilidade – A característica principal do modelo, que é o sistema de dobragem, é preciso e sem folgas. Seguindo-se a sequência de dobrar pedais, dobrar quadro e depois a haste do guidão, o procedimento é fácil e sem entraves. Dobrado o quadro, um ímã mantém o conjunto bem preso.

Blitz Alloy
Quando dobrada, a Blitz Alloy cabe perfeitamente no porta-malas de um carro compacto como o VW UP – Foto: Rosana Baioco / MTB Brasília

É possível guardar a Blitz Alloy no porta-malas de um carro compacto, como o UP, sem nem mesmo abaixar o selim, e ainda sobra espaço nas laterais para bolsa ou mochila. A facilidade de guardar sob a mesa do escritório ou em um canto da sala também vale menção honrosa. Embora não seja tão leve como gostaríamos, dá para vencer um ou dois lances de escada, se necessário. Como, no caso de bikes, o peso é inversamente proporcional ao preço, temos uma boa relação de custo-benefício aqui.

Blitz Alloy
O sistema de dobradiças da Blitz Alloy é robusto e eficiente – Foto: Rosana Baioco / MTB Brasília

Bicicleta Blitz Alloy

Visual e acabamento
Componentes
Facilidade de uso e armazenagem
Peso
Custo x benefício

Muito Bom

Bicicleta nacional alia versatilidade de uso urbano com conforto na pedalada e facilidade de armazenagem

Verstilidade de usos – a bicicleta dobrável Blitz Alloy é excelente para promover a intermodalidade entre bicicleta e caronas ou aplicativos de transporte, ônibus, metrô, ou para atividades de lazer. Se seu espaço é restrito, um cantinho basta para guardar a bicicleta dobradinha. O bagageiro robusto comporta alforges e mesmo caixas transportadoras, tornando a bike uma boa parceira para compras de mercado.

Blitz Alloy
O bagageiro robusto comporta alforges e mesmo caixas transportadoras, tornando a bike uma boa parceira para compras de mercado – Foto: Rosana Baioco / MTB Brasília

O quadro mais baixo possibilita conforto para entrar e sair da bicicleta. A variedade de ajustes permite ampla personalização das medidas, podendo representar a diferença entre sedentarismo e atividade física saudável e prazerosa, além de mais liberdade de locomoção, mesmo para pessoas com dificuldades de movimento, mais idosas ou sedentárias. Com tantas qualidades, a Blitz Alloy tem tudo para ser uma ótima aquisição no cada vez mais versátil e inclusivo mundo das bikes.

Blitz Alloy
Blitz Alloy – Foto: Divulgação

Pontos positivos

  • Várias opções de cores;
  • Conforto;
  • Bagageiro incluso;
  • Facilidade de armazenagem.

Pontos negativos

  • Os freios poderiam ser mais eficientes.

Preço e disponibilidade – disponível para a venda no site oficial da marca, a Blitz Alloy pode ser adquirida ao preço de R$2.990 (entregue semi-montada) ou montada e regulada pela equipe técnica da marca, por 90 reais a mais, nas cores Goiaba, Navy Blue ou preto Brilho.

Sobre a autora

*Rosana Baioco é ciclista urbana e cicloativista, além de colaboradora do website MTB Brasília
error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização