2 de março de 2024
Fodaxman
Foto: Romulo Cruz / Flows

Fodaxman confirma em novembro se realiza ou não sua edição 2020

Organização da prova de triatlo extremo aguarda avaliação de risco da Covid-19 por parte das autoridades de saúde para assegurar realização ou não do evento

O Fodaxman Extreme Triathlon irá confirmar a realização da edição 2020, marcada para 12 de dezembro, até dois meses antes da largada. A organização da prova de triatlo extremo realizada em Santa Catarina aguarda apenas por avaliação de risco da Covid-19 por parte das autoridades de saúde para assegurar o evento, o primeiro como integrante oficial da Xtri World Tour. A perspectiva é positiva para que no dia 12 de outubro o desafio tenha aval para ser realizado.

Fodaxman
Foto: Romulo Cruz / Flows

Com maior controle do contágio e o decréscimo do número de infectados e mortes pela Covid-19, o Fodaxman orienta para que os atletas inscritos sigam seus treinamentos para a edição de 2020 enquanto aguardam pela confirmação. Com a liberação de algumas atividades esportivas em Santa Catarina e no Brasil e tendência de melhora no quadro epidemiológico, os organizadores acreditam que até 12 de outubro poderão garantir um evento, sobretudo, seguro aos atletas e sem riscos aos envolvidos.

“Decidimos adiar a decisão final porque vemos a perspectiva de melhora, mas neste momento não há segurança para isso. A situação está melhorando e precisa continuar assim até outubro, o que é a tendência”

“Decidimos adiar a decisão final porque vemos a perspectiva de melhora, mas neste momento não há segurança para isso. A situação está melhorando e precisa continuar assim até outubro, o que é a tendência. Já temos a possibilidade de realizações de eventos esportivos em algumas regiões de Santa Catarina e também do Brasil, em que os níveis de risco são menores. O pronunciamento em 12 de outubro permite que os atletas organizem suas viagens e mantenham os treinos, enquanto finalizamos as adaptações e protocolos por maior segurança. Depois do que vimos em junho e julho, a perspectiva é positiva”, reforça Rafael Pina, membro do comitê organizador do Fodaxman Extreme Triathlon.

Fodaxman
Foto: Romulo Cruz / Flows

Pautada em realizar uma prova de atleta para atleta ao longo dos 5 anos de existência, o Fodaxman Extreme Triathlon ofereceu aos participantes já inscritos a transferência para edição de 2021. Com notícias animadoras em relação ao controle da pandemia em âmbito mundial, o Fodaxman deu preferência por aguardar mais um pouco e orienta para que os atletas mantenham os treinamentos para a prova. Caso venha a ser adiada, todos serão automaticamente transferidos, sem custos, para o Fodaxman 2021, marcado para 11 de dezembro de 2021.

O Fodaxman Extreme Triathlon tem 4 km de natação, na Barragem do Rio São Bento, em Siderópolis, 172 km de ciclismo, que inclui a subida da Serra do Rio do Rastro, em Lauro Müller, e 42 km de corrida, entre eles está o Morro da Igreja, em Urubici. São 4,7 mil metros de altimetria acumulada e com a chegada a 1.818 metros acima do nível do mar.

Calendário mundial – Na edição do ano passado o Fodaxman Extreme Triathlon integrou o calendário da Xtri World Tour, que reúne provas de triatlo extremo em todo o mundo, como prospect race (prospecção). Em 2020 figura novamente no calendário já como prova do circuito mundial.

Campeões do Fodaxman Extreme Triathlon

Masculino

Ano Atleta Tempo
2017 (1ª edição – janeiro) Luiz Inácio Silva 12h46
2017 (2ª edição – dezembro) Felipe Dayrell 12h58
2018 (3ª edição – dezembro) Jonathan da Silva 12h09
2019 (4º edição – dezembro) Thiago Menuci 11h12 (recorde de prova)

Feminino

Ano Atleta Tempo
2017 (2ª edição – dezembro) Lívia Bustamante 14h23
2018 (3ª edição – dezembro) Luiza Tobar 12h58 (recorde de prova)
2019 (4º edição – dezembro) Lívia Bustamante 14h23
error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização