24 de fevereiro de 2024
Pedal das Capivaras

Pedal das Capivaras leva tema da despoluição do Rio Pinheiros à Avenida Paulista

Em sua oitava edição, movimento acontecerá no sábado (14) com debate sobre importância do rio para a cidade. Evento termina com um passeio ciclístico da Paulista ao Paraíso

Debater a necessidade e impacto da despoluição do Rio Pinheiros será o foco do 8º Pedal das Capivaras, que acontece no sábado (14) na avenida Paulista, organizado pela Shimano, principal marca mundial de componentes de bicicleta.

“Abraçamos esta causa em 2011, motivados pela Ciclovia do Rio Pinheiros. Neste período observamos também o início de uma mudança na cidade de São Paulo, que deixou de ser orientada exclusivamente para automóvel e voltou a ser pensada para as pessoas. E nesse mesmo contexto de uma cidade mais sustentável, precisamos olhar para os nossos rios”, enfatiza João Magalhães, coordenador de marketing da Shimano Latin America, que completa. “Durante décadas, o Rio Pinheiros ficou marginalizado, esquecido entre vias de asfalto e a linha férrea, longe das pessoas. A ciclovia construída às margens do rio trouxe novamente o cidadão, mais precisamente os ciclistas, ao convívio com o Pinheiros”.

Pedal das Capivaras em 2014 – Foto: JB Carvalho / Shimano

A abertura do evento, às 9 horas, reunirá especialistas para um debate sobre a despoluição do Rio Pinheiros e sua contribuição para a melhoria da vida na cidade. Entre os temas que serão abordados estão: “O Uso Público de Áreas Naturais Protegidas” (João Whitaker /Legado das Águas); “A Relação entre Educação e Meio Ambiente” (Cristiane Bianco /EF Brasil); “O Poder Público no Papel de Agente Transformador do Meio Ambiente” (Vereador Police Neto) e “Um Passeio pela História do Rio Pinheiros” (Dra. Waverli Neuberger, doutora em biologia pela USP e especialista em Educação para Sustentabilidade pelo Schumacher College, Inglaterra).

“Acreditamos que o debate em torno do tema é necessário para mobilizar as pessoas em prol das melhorias que sonhamos para a nossa cidade e nosso país”, comenta Daniel Moral, cofundador da Eureka Coworking.

Quinta edição do Pedal das Capivaras, em 2015 – Foto: JB Carvalho / Shimano

A concentração para o Pedal das Capivaras começará às 11horas na avenida Paulista, de onde os participantes seguirão por uma trilha de 8km pela ciclovia em direção ao Paraíso. Diferente dos anos anteriores, quando o passeio aconteceu na ciclovia do Rio Pinheiros, a organização trouxe o percurso para a principal via da cidade.

“Nosso objetivo é chamar atenção da população e conscientizar cada vez mais pessoas. E nada melhor que a avenida mais paulista de São Paulo”, comenta Magalhães.

Rio para a cidade – A interação frutífera entre o rio Pinheiros e a cidade será outro ponto enfatizado no evento. Serão apresentados os impactos do novo Pomar Urbano, iniciativa entre O Legado das Águas – Reservas Votorantim, maior reserva privada de Mata Atlântica do País e a Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente. Localizado a margem oeste do rio Pinheiros, a iniciativa prevê mais de 30 mil espécies nativas da Mata Atlântica, muitas raras ou que correm o risco de serem extintas, como explica David Canassa, diretor da Reservas Votorantim.

Ciclista observa as capivaras no Pedal – Foto: Rodrigo Acedo / Fotoarena

“Tratamos esse projeto muito além do plantio de mais árvores na Marginal Pinheiros. É uma soma positiva de técnicas e beleza, caminho para encarar os desafios que atingem metrópoles como São Paulo, entre eles o aumento da disponibilidade hídrica e resistência para enfrentar alagamentos. Com a nossa proposta, queremos voltar a atenção para o rio Pinheiros, e incentivar ações individuais e coletivas que contribuam para também deixar nossa cidade mais humana e solidária, além de promover outras atividades que podem resgatar um dos mais icônicos rios brasileiros, a exemplo do Pedal das Capivaras, uma importante iniciativa da Shimano”.

Rio Pinheiros e sua ciclovia – Com 26 km de extensão, o Rio Pinheiros é o principal afluente do Rio Tietê. Suas águas nascem na Serra do Mar, composta pela junção dos rios Jurubatuba e Guarapiranga, encontro que acontece próximo à estação Santo Amaro do Metrô.

Inaugurada em fevereiro de 2010, a Ciclovia do Rio Pinheiros, tornou-se uma das principais opções para a prática do ciclismo na capital. A via é administrada pela CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) que estima que mais de 41 mil ciclistas passem pelo local mensalmente. Desde a sua inauguração cerca de 5,4 milhões de ciclistas já percorram a via, que sofre com a poluição e mau cheiro.

Serviço

8º Pedal das Capivaras Shimano

  • Data: 14/12/2019
  • Horário: a partir das 8h30. Chegada do pedal às 12h.
  • Local do evento: Eureka Coworking Rooftop/ Praça do Ciclista
  • Endereço: Avenida Paulista, 2439.
  • Inscrição gratuita
error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização