29 de fevereiro de 2024
Zéfal Z Traveler 80
Foto: Rosana Baioco / MTB Brasília

Bolsa para bagageiro Zéfal Z Traveler 80

Com volume de carga de 32 litros, acessório da marca francesa é versátil o suficiente para ser utilizado tanto no dia a dia quanto em cicloviagens e backpacking

Pioneira no desenvolvimento de acessórios para bicicletas, a Zéfal é uma das que mais tem investido no seguimento de bolsas e bagageiros para bikes. Atualmente, a marca francesa possui em seu catálogo nada menos que 27 itens, que vão desde simples bolsas de selim a bolsas para o transporte de cargas mais volumosas.

Zéfal Z Traveler 80
Foto: Divulgação / Zéfal

Entre os modelos mais versáteis destaca-se a Zéfal Z Traveler 80, uma bolsa semi-rígida para uso em racks ou bagageiros de bikes, capaz de transportar um volume de carga de até 32 litros, graças aos seus bolsos laterais expansíveis, que se transformam em 2 práticos alforjes.

Alforge ou alforje?

Afinal, qual qual a grafia correta: ‘alforje’ ou ‘alforge’? Embora boa parte dos sites de cicloturismo e backpaking utilize a grafia ‘alforge’, dicionários conceituados da Língua Portuguesa como o Dicionário Houaiss (2001), o Dicionário UNESP do Português Contemporâneo (2004), e o Dicionário de Usos do Português do Brasil (2004) recomendam a adoção do nome ‘alforje’ com ‘J’, lembrando que a palavra origina do árabe al-hurj, espécie de saco duplo cujas extremidades estão fechadas, com uma abertura no centro que facilita a dobragem, de modo a formar duas bolsas que distribuem o peso pelos dois lados.

Apresentação – Construído em Polyester 840D e com um excelente acabamento que faz a fama das bolsas da marca, a Zéfal Z Traveler 80 é uma bolsa semi-rígida, com acolchoamento em espuma de EVA e abertura do compartimento principal na parte superior. Dois bolsos laterais no mesmo material permitem um fácil acesso ao seu interior, graças ao uso de zíperes reforçados ao longo se seu comprimento.

Zéfal Z Traveler 80
Foto: Divulgação / Zéfal

Fixada por meio de tiras de velcro, a bolsa da Zéfal pode ser facilmente instalada ou retirada da bike em poucos segundos e transportada pelo ciclista pelas mãos através de um suporte localizado na sua parte superior ou nos ombros, com o uso de uma alça ajustável.

Zéfal Z Traveler 80
Foto: Rosana Baioco / MTB Brasília

O compartimento principal possui uma divisória regulável, de forma facilitar a organização dos itens transportados, bem como uma bolsa flexível na sua tampa.

Laterais expansíveis – Além do compartimento principal, é possível aumentar a capacidade do volume de carga da Zéfal Z Traveler 80 graças aos seus bolsos laterais expansíveis, que se transformam em um par de alforjes, totalizando um total de 32 litros.

Zéfal Z Traveler 80
Foto: Divulgação / Zéfal

Além disso, é possível transportar itens na parte superior da bolsa, presos em um sistema de tirantes elásticos. A bolsa conta ainda com suporte para instalação de luzes traseiras de segurança, tiras laterais refletivas e capa de chuva, que aumenta ainda mais a proteção da carga transportada.

Especificações técnicas

Material Polyester 840D
Peso 1kg
Dimensões 320 x 230 x 215 mm
Capacidade de carga (compartimento principal) 8 litros
Capacidade de carga (total) 32 litros
Montagem Universal, com tiras de velcro

O teste

Por Rosana Baioco*

A bolsa Z Traveler 80 da Zéfal é muito prática e versátil para os usos mais diversos, desde trajetos urbanos mais curtos, como idas ao mercado e outros locais de compras, até cicloviagens. É relativamente leve para a capacidade de carga que possui, além de discreta e bonita.

Zéfal Z Traveler 80
Foto: Rosana Baioco / MTB Brasília

A bolsa prende-se ao bagageiro graças às três tiras de velcro na parte inferior. As laterais são estruturadas de modo a encostar nas hastes laterais do bagageiro quando os bolsões são abertos, de forma manter o conjunto mais firme. Tiras elásticas no fundo de cada bolsão se prendem a essas hastes laterais e evitam que as abas se movimentem. Por este motivo, não é recomendado o uso com bagageiro fixados pelo canote do selim.

Para transporte da bolsa fora da bike dispomos de alças curtas e uma alça de ombro removível, sendo que quando os bolsos estão abertos e cheios de objetos fica muito difícil colocar e tirar o alforje do bagageiro.

Zéfal Z Traveler 80
Foto: Rosana Baioco / MTB Brasília

O compartimento superior é de fácil acesso, todo acolchoado. O bolso na tampa acomoda uma capa de chuva, que cobre somente o compartimento principal. Possui uma divisória interna que pode ser removida caso necessário. Com isso, é possível transportar com segurança os itens do dia a dia, como carteira, óculos, agendas, livros, tablets, bem como câmara de ar, bomba e kit remendo, dispensando bolsas de quadro e selim. Coloquei tudo isso e ainda sobrou espaço para levar um lanche.

A Z Traveler 80 possui uma trama de elástico no exterior da tampa para colocar aquele casaco que você tirou no caminho porque esquentou o tempo.

Zéfal Z Traveler 80
Foto: Rosana Baioco / MTB Brasília

Os bolsões laterais são bem espaçosos, comportando itens maiores do dia-a-dia. Para trajetos mais longos ou dia cheio de atividades, é possível levar com folga roupas de academia, calçados, toalha de banho, a roupa do trabalho, uma muda extra para aquele happy hour com o pessoal da “firma”. Em tempo chuvoso, melhor acomodar os itens em sacos plásticos porque a capa fornecida não abrange esses bolsões.

Idas ao supermercado também ficam mais práticas usando o compartimento superior para objetos pequenos e os bolsões para verduras, frutas e o que mais se fizer necessário, sendo que sempre é bom lembrar de primeiro prender a bolsa no bagageiro e depois encher os compartimentos dos lados.

Zéfal Z Traveler 80
Foto: Rosana Baioco / MTB Brasília

Além dos grandes bolsos laterais, o compartimento superior é expansível, aumentando ainda mais a capacidade de carga do conjunto. Com isso justifica-se o nome da Bolsa Z Traveler 80, que atende perfeitamente o cicloviajante, seja como bagagem única ou como parte de um conjunto.

Por fim, as faixas refletivas laterais e um bem localizado nicho para a luz de segurança na parte traseira completam o desenho que torna a Bolsa Zefal Z Traveler 80 um prático acessório com usos muito variados para nós ciclistas.

Bolsa para bagageiro Zéfal Z Traveler 80

Facilidade de uso e instalação
Material e acabamento
Capacidade de carga
Proteção da carga
Custo x benefício

Ótimo

Opção versátil o suficiente para ser utilizada tanto no dia a dia quanto em cicloviagens e backpacking

Preço e disponibilidade – Distribuído em todo território nacional pela Isapa – representante oficial da Zéfal no Brasil, a bolsa para bagageiro Zéfal Z Traveler 80 pode ser adquirida ao preço médio de R$ 450,00.

Pontos positivos

  • Fácil instalação e remoção;
  • Pode ser utilizada como bolsa;
  • Grande volume de armazenamento.

Pontos negativos

  • Exige a instalação de rack ou bagageiro na parte traseira da bike;
  • A capa de chuva removível não protege os alforjes laterais.

Sobre o autor

André Ramos é editor do website MTB Brasília

Sobre a autora

*Rosana Baioco é ciclista urbana e cicloativista, além de colaboradora do website MTB Brasília
error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização