21 de fevereiro de 2024
Osprey Viper 3
Foto: André Ramos / MTB Brasília

Mochila de hidratação Osprey Viper 3

Mochila da consagrada marca estadunidense combina leveza, funcionalidade e robustez em uma mochila voltada para o uso em pedaladas de curta e média duração

Manter-se hidratado corretamente durante as atividades físicas é fundamental para a saúde do atleta. Durante pedaladas de média e longa duração, muitas vezes o uso de uma ou mesmo duas garrafas de água é insuficiente para manter o corpo hidratado, principalmente longe dos centros urbanos. Neste cenário, o uso de mochilas de hidratação, equipadas com reservatórios de 1,5, 2 e até mesmo 3 litros são a escolha ideal, já que proporcionam um bom suprimento de água, além de poderem ser utilizadas para o transporte de acessórios, alimentação e objetos pessoais.

Entre as diversas marcas disponíveis no mercado que produzem este tipo de acessório, destaca-se a Osprey, marca norte-americana com mais de 45 anos de experiência no desenvolvimento de mochilas esportivas, que disponibiliza no Brasil entre diversos modelos, a Viper 3, mochila de hidratação caracterizada por seu design elegante, ampla funcionalidade e baixo peso.

Osprey Viper 3
Osprey Viper 3 – Foto: Divulgação / Osprey

Desenvolvida para trilhas leves de curta e média duração, a Osprey Viper 3 é a menor das mochilas de hidratação da Osprey, sendo indicada para ciclistas que não gostam de carregar muito peso nas costas e que não praticam trilhas de longa duração em locais remotos.

Compacta e elegante, a Viper 3 é construída em Poliéster 210D, tecido sintético resinado flexível e de alta resistência à abrasão, características fundamentais em uma boa mochila esportiva.

Seu bolso frontal possibilita a armazenagem de ferramentas e itens pessoais, contando com uma divisória em tecido telado que ajuda na organização dos objetos, além de uma presilha para prender chaveiros.

Osprey Viper 3
Foto: André Ramos / MTB Brasília

Atrás do bolso, a mochila da Osprey conta com um segundo compartimento, aberto, para a guarda de itens que necessitam acesso rápido, como corta-vento e bombas de ar, esta última fixada através de um bolso localizado na parede lateral esquerda.

Ventilação – Fonte constante de reclamação por usuários de mochilas esportivas, o excesso de calor nas costas do ciclista é minimizado através do uso de um costado que utiliza a combinação de um tecido telado com espuma de EVA texturizada. Esta solução, em combinação com o uso de alças em tecido de malha com espaçamentos, permitem que haja um fluxo de ar constante entre a mochila e as costas do ciclista, aumentando a respirabilidade da pela e o conforto geral, além de funcionar como um isolante térmico, impedindo que o calor corporal possa interferir na temperatura do reservatório de água.

Osprey Viper 3
Foto: André Ramos / MTB Brasília

Para garantir uma boa ergonomia, a mochila conta com ajustes em suas alças, no tirante ventral e peitoral, este último podendo ser ajustado lateral e longitudinalmente.

Embora estes ajustes sejam suficiente para pessoas com seu peso corporal em dia, o uso deste modelo poderá ser dificultado em ciclistas acima do peso ideal devido as suas pequenas dimensões dos tirantes e da própria mochila em si.

O acesso ao reservatório de água dá pela abertura do compartimento principal da mochila, na parte posterior da mesma. Em uma solução bastante inteligente, o zíper de fechamento do compartimento corre na direção da alça direita, conduzindo a mangueira do reservatório e evitando que a mesma fique balançando durante a pedalada.

Osprey Viper 3
Foto: André Ramos / MTB Brasília

Quando não utilizados, a ponta da mangueira e seu bocal ficam fixados no tirante peitoral através de um imã, deixando-os sempre acessíveis e prontos para o uso.

Já na alça esquerda, um pequeno bolso telado deveria ser utilizado para a armazenagem de telefones celulares. Digo deveria, porque suas pequenas dimensões impedem que qualquer smartphone moderno possa caber neste compartimento. Fica a dica para que a Osprey melhore esta funcionalidade nas próximas edições de seus produtos.

Reservatório – Para desenvolver o reservatório de água da Viper 3, a Osprey buscou a ajuda da HydraPak, líder mundial em soluções em hidratação para atletas e fornecedora de marcas conceituadas como Fox, Mavic, Scott, Shimano, Thule e Evoc, entre outras. Decisão acertada, que resultou em um refil construído em um material resistente e prático, de fácil manutenção e atóxico.

Foto: Divulgação / Osprey

Com capacidade máxima de 2,5 litros, o reservatório Osprey Hydraulics LT foi pensado para ser utilizado em atividades leves e rápidas, onde o peso e equilíbrio dentro da mochila são fatores críticos.

Mais leve e menos eficiente termicamente do que o reservatório da Osprey Raptor 6, o Hydraulics LT não conta com uma base isolante em sua parte posterior, como nos modelos topo de linha da marca que, além de manter estável o formato do refil, ajudava a isolar o mesmo do calor eterno. Mesmo assim, em trilhas de curta e média duração, o conjunto mochila x reservatório conseguiram proporcionar uma temperatura agradável da água.  

Durante os testes, realizado em dias ensolarados a uma temperatura média de 27ºC, o reservatório – preenchido por 50% gelo e 50% água – manteve o líquido gelado por aproximadamente 3 horas, algo acima da média se comparada a outras mochilas de hidratação disponíveis no mercado brasileiro.

A abertura do reservatório conta com uma alça emborrachada na cor vermelha que possibilita segurá-lo firmemente durante a operação de recarga da água. O fechamento se dá por duas lâminas siliconadas semi-flexíveis, que são dobradas e presas por um trilho plástico. A solução adotada não apenas fornece uma vedação eficiente, como também facilita a operação de limpeza e manutenção do refil.

Osprey Bite Valve
Foto: Divulgação / Osprey

A mangueira de acesso ao reservatório é larga o suficiente para possibilitar sem esforço um bom fluxo de água. O acesso à água se dá através da válvula Osprey Bite Valve, de uso fácil e intuitivo, que conta com um sistema de trava, para evitar derramamento acidental da água.

Todo o material utilizado na construção do reservatório – incluindo a mangueira e o bocal – utiliza matérias-primas livres de Bisfenol-A (BPA), o que além de preservar a saúdo do atleta, garante uma hidratação livre de gostos estranhos.

Extras – Assim como em todas as mochilas de ciclismo da marca, a Viper 3 conta com o exclusivo sistema LidiLock para prender o capacete quando o mesmo não está em uso, através de um engate rápido com elásticos. Prático e eficiente!

Osprey Viper 3
Foto: André Ramos / MTB Brasília

Na parte externa do bolso frontal, a Viper 3 conta com uma tira para fixação de luz de segurança, sempre útil durante as pedaladas urbanas.

Osprey Viper 3
Foto: André Ramos / MTB Brasília

Preço e disponibilidade – Distribuída no país com exclusividade pela Bronet do Brasil, a mochila Osprey Viper 3 é comercializada ao preço médio de 599 reais, nas cores verde ou preto/cinza, com detalhes em azul. 

Mochila de hidratação Osprey Viper 3

Estética
Funcionalidade
Impermeabilidade e proteção
Resistência e robustez
Conforto
Reservatório de água
Eficiência térmica
Custo x benefício

Ótimo

Uma das melhores opções do mercado para ciclistas que não gostam de carregar muito peso nas costas e que não praticam trilhas de longa duração em locais remotos

Pontos positivos

  • Conforto;
  • Material e acabamento impecáveis;
  • Eficiência térmica;
  • Presilha magnética da mangueira

Pontos negativos

  • Espaço limitado para armazenagem de acessórios;
  • Ajustabilidade complicada em ciclistas plus size;
  • Compartimento para celulares é pequeno demais.

Sobre o autor

André Ramos é editor do website MTB Brasília

Agradecimentos: BSB Tribike

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização