21 de fevereiro de 2024
Pódio da Elite Masculina do Abierto Across - Foto: Divulgação

Guilherme Muller vence a 1ª etapa do Abierto Across de MTB, na Argentina

Viviane Favery ficou em quarto na categoria Feminina e  Sherman Trezza conquistou a 5ª colocação na prova, que é Classe 1 da UCI

Os atletas da equipe Cannondale Brasil Racing estão elevando o nome do país no mountain bike. Nesse final de semana, os três ciclistas do time brasileiro subiram no pódio na primeira etapa do Abierto Across de Mountain Bike, prova disputada na Argentina, na cidade de Córdoba.

Guilherme Muller ficou com o primeiro lugar da competição, que é uma das mais importantes da América do Sul. Sherman Trezza, seu companheiro de equipe, conquistou a quinta colocação. Já no Feminino, Viviane Favery também garantiu seu lugar no pódio com o quarto lugar.

Pódio da Elite Feminina no Abierto Across – Foto: Divulgação

O Abierto Across é uma prova Classe 1 e vale pontos para o ranking olímpico. Na última terça-feira a UCI (União Ciclística Internacional) atualizou o ranking e o Brasil subiu para a 5ª posição no Masculino. Com 1878 pontos, o País passou a Holanda na classificação geral. No Feminino o Brasil está na 21ª posição.

E a crescente do país vem com os resultados conquistados pelos atletas da equipe Cannondale Brasil Racing e Cannondale Factory Racing.

Guilherme Muller já venceu duas provas esse ano: além dessa conquista na Argentina, o ciclista ganhou no início do mês uma competição no Chile. Sherman Trezza também ganhou uma prova no Chile, enquanto Vivi conquistou nas duas provas chilenas a quarta colocação. Já Henrique Avancini, que compete pela Cannondale Factory Racing e é o atual segundo colocado do ranking mundial, faturou disputas na África do Sul.

“No Abierto Across, consegui alcançar todos os objetivos que tracei para a prova, fiquei muito satisfeita. Vejo uma evolução a cada competição que estou competindo”, disse Vivi, segunda colocada no ranking olímpico da UCI.

“Foi uma prova muito intensa, o circuito mais técnico que já competi na América do Sul. Fechei na primeira colocação da prova. Estou muito feliz com a forma que andei”, comentou Guilherme.

“A prova na Argentina foi intensa e rápida, em uma pista técnica e exigente. Não tive um início de prova tão rápido, mas minimizei o prejuízo com um bom rendimento nas duas últimas voltas. Fechei a prova na quinta colocação conquistando mais um pódio para nossa equipe”, finalizou Sherman.

Na próxima semana ocorre a primeira etapa da Taça Brasil, em Campo Largo, Paraná, e Vivi, Guilherme e Sherman são nomes confirmados na competição.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização