24 de fevereiro de 2024

Campanha “Não esqueça a minha Caloi” retorna na comemoração dos 120 anos da empresa

Após quatro décadas, campanha ressurge com novo foco pelas mãos da agência Tribal WorldWide com a anuência do publicitário JCocco, criador da assinatura

Para conscientizar os motoristas e a sociedade sobre a inclusão da bicicleta como veículo de transporte, a Caloi escolheu o dia 22 de setembro, Dia Mundial sem Carro, para lançar sua campanha de 120 anos. E nada melhor chamar a atenção de todos com uma frase que o brasileiro já conhece há 40 anos: Não esqueça a minha Caloi.

Pelas mãos da agência Tribal WorldWide, que trabalhou em parceria com o publicitário JCocco – criador da assinatura na década de 70, a campanha ressurge, mas não com o intuito de vender mais bicicletas, como sugeriam os bilhetinhos da época, mas sim com o foco da inclusão da bike nas ruas.

“É com muito orgulho que vejo renascer a campanha ‘Não esqueça a minha Caloi’ agora com uma causa ainda maior, que é trazer a bicicleta para o centro da discussão como um dos pontos de solução do trânsito caótico das grandes cidades”, diz J. Cocco.

Um vídeo com toda a ideologia do novo foco “Não esqueça a minha Caloi” será veiculado nas redes sociais da marca, assim como em canais de mídia digitais. A cidade de São Paulo terá peças publicitárias, como seus relógios de rua, envelopados com frases como “Não esqueça a minha Caloi ao mudar de faixa” e “Não esqueça a minha Caloi antes de fazer uma curva”.

“Depois de 40 anos, é uma honra poder relançar o #NaoEsquecaMinhaCaloi com uma mensagem tão atual e importante para todos que pedalam. Muita coisa mudou desde a criação deste conceito, a bicicleta está cada vez mais incluída em nosso dia a dia, não só como lazer mas também na mobilidade urbana e esporte, virou serviço, tem se tornado cada vez mais a maneira mais viável de nos movermos. Neste cenário que se expande cada vez mais, não esquecer que sobre o selim de cada bicicleta existe um ser humano é urgente”, conta Carlos Fonseca, copresidente e CCO da Tribal Worldwide.

“O Não esqueça minha Caloi agora é um pedido por mais segurança no trânsito. Por isso, também abrimos o conceito para que todas as marcas participem deste movimento”, completa.

E como a inclusão da bicicleta como transporte é um tema de interesse geral da sociedade, uma carta aberta será publicada pela Caloi no próprio dia 22, no jornal Folha de São Paulo, convidando todas as marcas a levantarem a bandeira. A assinatura “Não esqueça a minha Caloi” será estendida para quaisquer outras marcas que queiram participar do movimento.

“Somos uma empresa em que a paixão não está na bicicleta, mas no ciclista. Estamos presentes há 120 anos na vida dos brasileiros. São gerações e gerações que a Caloi marcou, pois andar de bicicleta é algo que a gente nunca esquece e, sempre que pedalamos, seja para um deslocamento para o trabalho, uma atividade física ou apenas por lazer, o ventinho no rosto nos traz memórias únicas”, afirma Eduardo Rocha, diretor de marketing da Caloi.

“Nesse ano icônico, resgatamos a campanha ‘Não esqueça a minha Caloi’ com um novo olhar: a visão do século XXI, quando a bicicleta em muitos países já é vista como uma das soluções do transporte, seja nos grandes, médios ou pequenos centros. E no Brasil ainda pouco se fala ou mesmo vemos na prática esse movimento, principalmente pela falta de segurança no trânsito e a ausência de boa convivência com os demais veículos. Essa não é apenas uma campanha da Caloi, mas sim do mercado de bicicletas como um todo para o ciclista brasileiro”, disse.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização