29 de fevereiro de 2024
Kenda Honey Badger XC Pro
Foto: André Ramos / MTB Brasília

Pneu Kenda Honey Badger XC Pro 29 x 2.0″

Um pneu versátil, capaz de transpor com desenvoltura vários tipos de terreno e sem abrir mão do conforto, da tração e durabilidade

Um dos pneus mais versáteis do catálogo da Kenda, o Honey Badger evolui para sua mais nova versão, a XC Pro. Mais leve, rápido e projetado com cravos dimensionados para maximizar a eficiência nas subidas e descidas em diferentes tipos de terreno, o novo Honey Badger XC Pro é hoje o mais versátil pneu para bicicletas MTB da marca taiwanesa.

Foto: André Ramos / MTB Brasília

Ao contrário do modelo topo de linha da marca, o Saber Pro – um pneu de alto rendimento e baixa durabilidade -, o Honey Badger XC Pro pode ser utilizado diariamente em treinos sem compromisso de autonomia ou desgaste prematuro.

Para potencializar sua performance sob as mais variadas situações, o Honey Badger XC Pro conta com a tecnologia Dual Tread Compound (DTC), que faz uso de dois tipos de borracha com características distintas. Em sua banda de rolagem, utiliza um composto mais duro e compacto (densidade 60sA) , que combina proteção contra furos e baixa resistência de rolagem. Já em suas bandas laterais, é utilizado um composto mais macio (50sA), que garante o máximo de agarre nas curvas.

Foto: André Ramos / MTB Brasília

Disponível nas medidas 27.5 x 2.05″ e 29 x 2.20″, o pneu é compatível com a tecnologia tubeless, o que permite o uso de pressões de trabalho menores que as utilizadas com pneus com câmara de ar, o que resulta em maior conforto e tração. De acordo com o fabricante, a pressão máxima recomendada para o Kenda Honey Badger XC Pro é de 30 psi.

A quem se destina – Leve, veloz e de diâmetro lateral mediano (2.20), o Kenda Honey Badger XC Pro é destinado ao uso em XC recreacional / competitivo, em situações de terreno variado como estradas de terra, trilhas técnicas, singletracks, cascalho barro e lama moderada.

O teste

Testamos um par de pneus Kenda Honey Badger XC Pro entre os meses de maio e outubro, em diferentes condições de uso e de terreno, tanto na configuração tubeless quanto com a utilização de câmaras de ar.

Os pneus foram montados em rodas com aros Vzan Extreme, convertidos para uso tubeless mediante kit de conversão da marca nacional AirStop. Como selante, foram utilizados os produtos das marcas AirStop e Oko, que serão tema de futuros reviews aqui no site.

A montagem ocorreu sem maiores incidentes, com destaque para a configuração tubeless, onde não foram constatados vazamentos nas bordas dos pneus nem a ocorrência de pontos de “transpiração” do líquido selante nas paredes laterais, muito comuns em pneus de baixa qualidade.

Estradas de terra – Desenvolvido para utilização XC / Marathon, o Kenda Honey Badger XC Pro demostra uma agilidade excepcional em circuitos de alta velocidade, onde suas características de baixa resistência de rolagem, tração nas curvas e resistência a furos fazem toda diferença. 

Graças a sua configuração de alto volume e baixa pressão, é possível trabalhar com menos ar em seu interior, aumentando o conforto principalmente em pedaladas de longa distância.

Foto: André Ramos / MTB Brasília

Cascalho solto – Apesar de seus cravos baixos, o Honey Badger XC Pro transita com autoridade em terrenos de cascalho solto, mantendo a tração e a dirigibilidade tanto nas subidas quanto em trechos de downhill.

Lama e barro – Apesar de ter sido testado apenas em uma ocasião em situação de lama e barro, o Honey Badger XC Pro saiu-se bem no teste. Seu espaçamento entre cravos permite um bom escoamento da lama e o barro úmido, evitando  seu acúmulo e mantendo uma boa tração.

Asfalto – Apesar de seu conforto e tração no asfalto, o Honey Badger XC Pro demonstra constantemente seu DNA trilheiro, ‘roubando’ um pouco da força das pedaladas em terrenos pavimentados, principalmente se comparado a pneus similares, como o Maxxis Ikon e o Continental Race King.

Areia – Foi na areia fofa onde o Honey Badger XC Pro encontrou o seu ponto fraco. Neste caso, o pneu demonstrou uma certa perda de controle nas curvas em piso arenoso, algo previsível, devido ao desenho perfil baixo de seus cravos.

Resistência a furos e durabilidade – Após rodar cerca de 2.000km com os pneus testados (incluindo muito asfalto), os mesmos encontram-se em excelente estado de conservação, com uma estimativa de autonomia de pelo menos o dobro da quilometragem.

Neste período, foram observados alguns pequenos furos prontamente vedados pelo líquido selante, que manteve a integridade dos pneus. Sua trama interna de 120 tpi é, em boa parte responsável pela resistência das paredes laterais, que em todo o período de teste mantiveram-se intactas.

Foto: André Ramos / MTB Brasília

Preço – O preço médio de venda do Honey Badger XC Pro é de 220 reais, ligeiramente mais baixo que seus concorrentes diretos, fator que adicionado à sua grande autonomia, torna o pneu da Kenda uma boa opção de relação custo x benefício.

Conclusão – Um pneu versátil, capaz de transpor com desenvoltura vários tipos de terreno e sem abrir mão do conforto, da tração e durabilidade.

Pneu Kenda Honey Badger XC Pro 29 x 2.0"

Peso
Resistência a furos
Durabilidade
Desempenho em estradas de terra
Desempenho em cascalho solto
Desempenho em terreno pedregoso
Desempenho em lama
Desempenho na areia
Desempenho no asfalto
Custo x benefício

Ótimo!

Um pneu versátil, capaz de transpor com desenvoltura vários tipos de terreno e sem abrir mão do conforto, da tração e durabilidade

Pontos positivos

  • Alta resistência a furos;
  • Tração nas curvas em diversos tipos de terreno;
  • Durabilidade.

Pontos negativos

  • Baixo desempenho na areia e asfalto.

Sobre o autor

André Ramos é editor do website MTB Brasília
error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização