24 de fevereiro de 2024
Jagwire Pro Internal Routing Tool - Foto: André Ramos / MTB Brasília

Ferramenta Jagwire Pro Internal Routing Tool

Ferramenta para instalação de cabos e conduítes no interior de quadros de bicicleta surpreende pela simplicidade, eficiência e baixo custo

A cada dia que passa, mais e mais fabricantes de bicicleta aderem ao design clean, onde os cabos e conduítes de transmissão e freios são instalados por dentro do quadro. Apesar de proteger estes componentes de forma mais eficiente, até pouco tempo, fazer uma instalação roteando os cabos internamente ao quadro era um verdadeiro suplício para os mecânicos de bicicleta.

Entre as principais ferramentas específicas para a função que surgiram com a demanda do mercado, uma das mais interessantes é a Pro Internal Routing Tool, da Jagwire.

Ferramenta Jagwire Pro Internal Routing Tool

De pequenas dimensões e formato similar a uma caneta, a ferramenta do fabricante taiwanês destaca-se por seu design minimalista, que vai direto ao ponto. Assim como seus concorrentes, utiliza a atração magnética proporcionada por potentes imãs de neodímio (também conhecido como ‘imã de terras raras’) para conduzir cabos de freio e marchas, mangueiras de freios, conduítes e cabos elétricos de grupos eletrônicos.

Por outro lado, ao invés de utilizar cabos especiais para conduzir a inserção, a ferramenta da Jagwire conecta pinos magnéticos diretamente no componente a ser instalado, reduzindo o número de peças soltas e agilizando o processo de manutenção e, por consequência aumentando a produtividade da oficina.

Funcionamento – Utilizar a ferramenta Pro Internal Routing Tool é extremamente simples. Basta abrir o pequeno estojo situado na tampa da ferramenta e escolher um dos terminais magnéticos a serem utilizados para o roteamento, que será fixado na ponta do cabo ou conduíte a ser instalado.

O interior da ferramenta abriga um estojo com os terminais que serão acoplados ao cabo ou conduíte

Em seguida, basta enfiar lentamente a ponta com o terminal através do orifício de entrada, ao mesmo tempo que se conduz o cabo ou conduíte com o auxílio da ferramenta, que possui um forte imã em sua extremidade, que localiza o terminal através do quadro, seja este de carbono ou alumínio.

O imã principal da ferramenta é utilizado para conduzir a ponta do cabo ou conduíte por dentro do quadro

A ferramenta conta ainda com um segundo magneto montado na ponta de uma haste flexível, muito útil para ‘pescar’ o cabo em intercessões de difícil acesso do quadro, como por exemplo, na região da caixa de centro.

Um segundo magneto instalado na ponta de uma haste flexível possibilita ‘pescar’ a ponta do cabo ou conduíte nas interseções do quadro da bicicleta

Uma preocupação que me veio a mente no momento em que comecei a testar o produto foi a possibilidade de se perder os terminais magnéticos. Afinal, tratam-se de peças muito pequenas e que podem ser facilmente perdidas no ambiente da oficina. Felizmente, caso isto ocorra, a Jagwire possui em seu catálogo um kit de reposição.

Os terminais magnéticos são conectados diretamente aos cabos e mangueiras

Conclusão – Sem sombra de dúvida, a ferramenta Jagwire Pro Internal Routing Tool não apenas cumpre sua função, como a faz com louvor. Fácil de se utilizar e de ser armazenada, esta ferramenta minimalista mostrou-se mais prática, rápida e eficiente que sua concorrente direta.

Preço e disponibilidade – Infelizmente, atualmente a marca Jagwire não possui mais representante no Brasil, algo surpreendente, já que a marca é uma das maiores referencias mundiais no desenvolvimento de cabos e conduítes para ciclismo. Para adquirir a Pro Internal Routing Tool, é necessário adquiri-la através de lojas que enviem o produto para o Brasil, como a BikeInn, a Universal Cycles e a Jenson USA, onde a ferramenta pode ser adquirida ao preço médio de 90 reais. Mesmo com o acréscimo do frete e das eventuais taxas entretanto, o valor compensa*.

Ferramenta de roteamento de cabos Jagwire Pro Internal Routing Tool

Eficiência
Facilidade de uso
Preço

Ótimo

Facilidade de uso aliada a uma excelente relação custo x benefício

Pontos positivos

  • Compacta;
  • Minimalista;
  • Fácil de usar;
  • A mais barata ferramenta de sua categoria*.

Pontos negativos

  • Ainda sem distribuição oficial no Brasil;
  • Suas pequenas peças podem perder-se facilmente.

Sobre o autor

André Ramos é editor do website MTB Brasília
error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização