12 de junho de 2024
Foto: Marcelo Martins / Prefeitura de Santos

Uso de ‘recicletas’ reforça a coleta seletiva de lixo em Santos (SP)

Prefeitura da cidade entregou à ONG Sem Fronteira nesta quarta-feira (7), dez triciclos equipados com caçamba, que serão utilizadas na coleta e descarte do lixo da cidade

A Secretaria de Meio Ambiente (Semam) da Prefeitura de Santos (SP) entregou à ONG Sem Fronteira nesta quarta-feira (7), dez triciclos equipados com caçamba que serão utilizadas na coleta e descarte do lixo da cidade.

Os novos veículos com tração por pedaladas serão utilizados no projeto Recicla Santos, cuja iniciativa faz parte dos esforços da Prefeitura em organizar o setor de resíduos, que no ano passado contou com a entrada em vigor da Lei Recicla Santos (952/2016).

“É um trabalho muito desgastante, que exige um esforço muito grande e o triciclo ajuda muito”

Com incentivos para quem a pratica e multas pesadas para infratores, a nova legislação gerou um aumento de 92% na coleta seletiva da cidade, se comparado com o último semestre de 2016 e igual período em 2017, além de um acréscimo de quase 150% no número de trabalhadores nas duas cooperativas de catadores que atuam em Santos.

Recicletas – Apelidados de ‘recicletas’, os novos triciclos são equipados com caçamba traseira onde podem ser depositados os materiais recolhidos. Embora sua capacidade de carga de 150 quilos seja a metade do que a carroça tradicional pode carregar, as recicletas ganham em agilidade e na capacidade de trazer melhor qualidade de vida aos carrinheiros. “É um trabalho muito desgastante, que exige um esforço muito grande e o triciclo ajuda muito”, conta Marcelo Adriano, presidente da Sem Fronteira.

Além das recicletas, a Semam também financiou, por meio do Fundo Municipal de Meio Ambiente, o projeto Condomínio Sustentável, que tem como objetivo levar ações de conscientização ambiental para 700 condomínios de Santos.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização