24 de fevereiro de 2024
Viviane Favery em ação - Foto: Thiago Lemos / Divulgação

Bicampeã brasileira de Mountain Bike XCM disputa a Three Race Bike Ultramarathon

Viviane Favery participa como atleta e palestrante em competição realizada na cidade gaúcha de São Francisco de Paula

A ciclista paulistana Viviane Favery, bicampeã brasileira de Maratona MTB (XCM), em 2015 e 2017, embarca nesta semana para São Francisco de Paula, município gaúcho localizado a 112 km de Porto Alegre, para a disputa da Three Race Bike Ultramarathon, entre sexta-feira (29) e domingo (1º/10). Além de competir nos três estágios da prova na Elite Feminina, que terão somados 190 km e 4.600 m de altimetria acumulada, Vivi será palestrante após a premiação da abertura, na noite de sexta.

“Esta será minha última competição da temporada e estou indo para lá com o foco em conhecer o local e gente nova. Não estou com expectativas em termos de resultados. Sei que terei fortes concorrentes, mas me desliguei um pouco da questão competitiva, e estou mais querendo curtir e participar do evento. Prestigiar a Three Race e conhecer as trilhas da região, que são novidade para mim, são os objetivos principais”, conta Viviane Favery.

O primeiro dia será o mais tranquilo dos três, com 30 km e 600 metros de elevação acumulada, com a largada às 13h30. No sábado (30), será a vez da corrida que promete ser a mais desafiadora da ultramaratona, com 95 km de extensão e 2500 metros de elevação acumulada, com a largada às 7h30. Por fim, o encerramento será no domingo, com mais 65km a serem percorridos e altimetria total de 1500 metros. Experiente em competições por estágios, tendo participado das principais provas realizadas na Europa, América do Norte e no Brasil, Vivi conta um pouco do que será abordado em sua palestra.

“Estou bem animada para fazer a palestra, uma coisa que eu adoro, porque é bem bacana compartilhar conhecimento. A organização me pediu um tema em especial que gosto muito, falar sobre ‘Como encarar uma ultramaratona’ e isso envolve um olhar para dentro do atleta, uma questão de auto conhecimento neste tipo de corrida. Vou dividir minha experiência neste sentido e espero ajudar aos demais ciclistas a irem bem na prova e extraírem as coisas boas do esporte. Não apenas pedalar, mas tudo que vai além disso”, finaliza Vivi.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização