28 de maio de 2024

Empresa chinesa de bicicletas compartilhadas entra no mercado japonês

Com atuação na China, Cingapura e Reino Unido, Mobike abre sua primeira subsidiária em Fukuoka, no Japão

Maior operador de sistemas de compartilhamento de bicicletas, a Mobike anunciou ontem (22) a abertura de sua subsidiária em Fukuoka, no sul do Japão, onde planeja iniciar o serviço até o fim deste ano.

A entrada no mercado japonês em uma das maiores cidades do país marca a mais recente investida da empresa no exterior, após ter entrado em Cingapura e no Reino Unido (na cidade de Manchester). Sucesso em todas as cidades onde é implementada, o plataforma Mobike faz uso de um aplicativo permite que usuários escaneiem QR codes em bicicletas Mobike, destravando-as para usar e pagar o aluguel sob demanda.

“A empresa está comprometida em fornecer serviços de compartilhamento de bicicleta em colaboração com governos locais em todo o Japão”, disse a Mobike em comunicado.

Atualmente, a Mobike opera em cerca de 100 cidades chinesas e possui cerca de 100 milhões de usuários, que percorrem diariamente em suas bicicletas quase 25 milhões de trajetos. O resultado financeiro foi a captação de mais de 900 milhões de dólares desde outubro.

Sua principal concorrente, a Ofo, que captou 450 milhões de dólares em maio de uma série de investidores, incluindo a chinesa Didi Chuxing, proprietária da rede de transporte privado urbano Uber.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização