22 de abril de 2024

Lisboa adere ao uso das bicicletas compartilhadas

Capital portuguesa passa a contar com 100 bicicletas e 10 estações, serviço que deverá expandir até um total de  1.410 bikes e 140 estações

A cidade de Lisboa inaugurou ontem (21) seu primeiro projeto-piloto de bicicletas compartilhadas, solução que pretende proporcionar uma maior mobilidade à capital portuguesa.

Desenvolvido pela Empresa Municipal de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa (Emel), o projeto inicialmente disponibilizará 100 bicicletas, em 10 estações. Na fase final, o sistema deverá contar com um total de 1410 bicicletas – 60% eletricamente assistidas -, espalhadas por 140 estações em quatro zonas da cidade. “Esperamos que o sistema esteja completamente instalado até ao final do verão”, informou o presidente do conselho de administração da Emel, Luís Natal Marques, durante a apresentação do projeto.

Na fase de testes, os primeiros voluntários (cerca de 400 dos 2000 usuários que se inscreveram no site da Emel) poderão experimentar o sistema de forma gratuita. Posteriormente, com toda a rede implementada, o custo do serviço será de 25 euros/ano, 15 euros mensal e 10 euros/dia. Com este sistema, esperam-se receitas de cerca de 897 mil euros por ano, revelou uma fonte da empresa.

O acesso à rede de bicicletas compartilhadas de Lisboa é feito através do aplicativo Bike Share, disponível tanto para iOS como para Android, onde é possível saber em que locais se encontram as várias estações e quais as bicicletas disponíveis em cada uma delas. O investimento da Emel no projeto é da ordem dos 23 milhões de euros, através de um contrato de prestação de serviços celebrado com a empresa Órbita (empresa portuguesa fornecedora de bicicletas), para um período de oito anos, que incluí a manutenção e gestão operacional de todo o sistema de Bike Sharing.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização