25 de abril de 2024
Prova de ciclcismo de pista Madson - Foto: Adolfo Carrizo

COI inclui duas novas modalidades de ciclismo nos Jogos Olímpicos

Comitê Olímpico Internacional inclui as provas de BMX Freestyle e Ciclismo de Pista Madison a partir das Olimpíadas de Tóquio 2020

O ciclismo mundial comemorou nesta sexta-feira (9) o anuncio do Comitê Olímpico Internacional (COI) informando a inclusão de uma série de novas modalidades para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. As mudanças aprovadas pelo Conselho Executivo do COI foram solicitadas pelas Federações Internacionais e visam potencializar a participação feminina e as competições urbanas, que despertam o interesse dos jovens.

Entre as novidades estão as provas de Freestyle Park no Ciclismo BMX e a Madison no Ciclismo de Pista. Com essa nova programação, o ciclismo passa a ser o terceiro maior esporte olímpico em termos de medalha de ouro (22 medalhas), disputando 66 medalhas no total entre as quatro disciplinas olímpicas (Ciclismo BMX, Ciclismo de Estrada, Ciclismo Mountain Bike e Ciclismo de Pista).

“São mudanças que estamos discutindo a bastante tempo dentro das comissões da União Ciclística Internacional (UCI) e agora foram acatadas pelo COI. Acredito que foi uma grande conquista, mais um grande passo em busca da popularização do nosso Esporte”, declarou José Luiz Vasconcellos, presidente da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC).

O presidente da União Ciclística Internacional também elogiou o trabalho das confederações e se colocou empenhado em dar continuidade ao trabalho que vem sendo desenvolvido. “Estou muito orgulhoso pelo esforço feito nos últimos anos por todas as nossas federações nacionais, organizadores de eventos, equipes e atletas. Estou totalmente empenhado em continuar desenvolvendo esse trabalho e convencido que após Tóquio nosso esporte alcançará um nível ainda maior”, destacou Brian Cookson, presidente da UCI.

Madison – Madison é uma prova em grupo realizada no Velódromo (Ciclismo de Pista), disputada em duplas. Enquanto um atleta pedala devagar na parte “alta” do velódromo, um outro vai na parte baixa fazendo a volta rápida. Para trocar de posição, o ciclista que estava correndo rápido toca na mão do companheiro de equipe, que passa a acelerar. 

A cada dez voltas a dupla pontua. Ganha quem acumular a maior quantidade de pontos após 200 voltas.

BMX Freestyle – O BMX Freestyle Park é um evento radical que acontece em uma pista especifica contendo grandes transições e obstáculos. Os competidores são julgados por manobras realizados ao longo do percurso. A pontuação é baseada de acordo com a dificuldade, originalidade, estilo, execução, entre outros critérios.

Fonte: Confederação Brasileira de Ciclismo

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização