22 de abril de 2024
Foto: Divulgação GFNY Brasil

Gran Fondo NY Brasil atinge marca de mil inscrições

Restam menos de 200 vagas para os ciclistas que querem participar da estreia da maior maratona de ciclismo do mundo no Brasil, em agosto

Confirmando o sucesso já experimentado em outras grandes cidades do mundo, o Gran Fondo New York, maior maratona de ciclismo do mundo, já está com mais de mil inscritos para sua primeira prova brasileira. O evento, que será realizado no dia 6 de agosto, em Conservatória, no sul do Rio de Janeiro, está superando as expectativas das organizadoras e restam menos de 200 vagas para os ciclistas que querem participar. As inscrições podem ser feitas pelo link do evento.

“Estamos muito felizes com a grande procura de brasileiros e estrangeiros pelo GFNY Brasil. Foi uma grande ousadia trazer um evento grandioso como esse para o Brasil, mas estamos atingindo as metas traçadas. Ainda temos inscrições abertas, mas sabemos que as vagas se esgotarão. Estamos orgulhosas de sediar um GFNY e temos a certeza que a prova será um sucesso. Conseguimos grandes parceiros, o percurso é maravilhoso e num dos lugares mais bonitos e charmosos do estado do Rio de Janeiro”, disse Maria Luisa Juca, uma das sócias do GFNY Brasil.

O sucesso das inscrições também se replica nos treinões. O primeiro, realizado em março, no percurso da prova, em Conservatória, teve mais de 200 ciclistas e o segundo, que será realizado neste sábado (10.06), no mesmo local, também já está com as inscrições encerradas. Cerca de 350 ciclistas poderão treinar em duas distâncias, 72 e 160km, entre eles o técnico Bernardinho e sua esposa, a ex-jogadora de vôlei Fernanda Venturini, uma das sócias da GFNY Brasil. O casal disputou no último mês a GFNY, em Nova Iorque, e está empolgado para a prova brasileira.

A prova contará com a participação do ex-técnico da Seleção Brasileira de Vôlei, técnico Bernardinho e sua esposa, a ex-jogadora de vôlei Fernanda Venturini – Foto: Divulgação GFNY Brasil

“Olha, foi pesado. Completei o Gran Fondo em Nova Iorque, 160 quilômetros, e foi uma grande prova. Vou participar também do GFNY no Brasil. Vai ser incrível e até lá eu vou treinar muito”, disse Bernardinho.

O ponto de encontro dos ciclistas será em frente à Locomotiva 206, às 8h30, com saída às 9h, e a organização do GFNY Brasil oferecerá estrutura para garantir segurança e uma boa experiência dos participantes, com carros de apoio, moto batedores, hidratação/alimentação e apoio mecânico.

O que é o GFNY – O GFNY é um desafio de resistência pessoal, onde os ciclistas competem contra outros atletas, o relógio e si mesmo. Aberto para amadores e profissionais, o evento traz o conceito “Be a pro for a day” e simula um verdadeiro Grand Fondo Italiano: largada em massa, controle de tempo por chip, sinalização ao longo do percurso, resultados baseados nos tempos gerais, medalha aos participantes, troféus e camisas para os campeões gerais Masculino e Feminino, além do pódio por faixa etária.

Foto: Divulgação GFNY Brasil

Quem se inscrever poderá escolher duas opções de percurso: 80km ou 160km. A primeira considerada um trajeto médio e o segundo uma longa prova para testar a resistência de ciclistas amadores de todo o mundo.

O GFNY é, hoje, a competição que reúne o maior número de ciclistas de nacionalidades diferentes. No último mês, a prova de Nova Iorque contou com atletas de 97 países. Depois dos Estados Unidos, o Brasil foi o país com o maior número de inscritos, mais de 700. E não foi só em número que os brasileiros fizeram bonito. Entre as mulheres, foram dois lugares no pódio: Marcella Toldi ficou em segundo lugar e Maria Camila Giannella em terceiro.

Além da prova principal, de Nova Iorque, e a etapa do Rio de Janeiro, o GFNY também é realizado na Alemanha, Itália, França, Uruguai, México, Colombia, Argentina, Chile, Indonésia e Malásia.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização