29 de maio de 2024
Fotos: Divulgação / Funvic

Equipe brasileira de ciclismo é banida das competições por 35 dias

Menos de três meses após cumprir suspensão anterior, equipe Funvic/Brasil Pro Cycling recebe nova sanção da UCI e fica fora das competições por violação das regras anti-doping

A União Ciclística Internacional (UCI) determinou hoje o banimento da equipe de ciclismo brasileira Funvic/Brasil Pro Cycling das competições homologadas pela entidade. De acordo com a UCI, a sanção foi decorrente da violação das regras anti-doping da entidade, em consequência da alteração do passaporte biológico de dois atletas da equipe, Alex Correia Diniz, em 2015 e Octavio Bulgarelli, em março do ano passado. Com a deliberação, toda a equipe Funvic/Brasil Pro Cycling das competições no período de 15 de julho a 19 de agosto deste ano.

A nova suspensão ocorre há apenas três meses de uma suspensão anterior, quando a equipe de São José dos Campos foi suspensa por 55 dias (de 19 de dezembro de 2016 a 12 de fevereiro de 2017, após três de seus atletas apresentarem resultados ‘adversos’ em seus passaportes biológicos. Na ocasião, tanto a equipe quanto os atletas envolvidos se defenderem das acusações em notas à imprensa.

De acordo com as regras da UCI, se dois ciclistas da mesma equipe testarem positivo para o exame anti-doping, toda a equie poderá ser suspensa por um período entre 15 a 45 dias, período este que poderá se estender por um ano, caso três ou mais ciclistas forem flagrado na mesma situação.

Até o presente momento, a equipe Funvic/Brasil Pro Cycling não se pronunciou a respeito.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização