24 de abril de 2024
Reinaldo Colucci no Ironman 70.3 do Rio de Janeiro - Foto: Fábio Falconi / Unlimited Sports

Reinaldo Colucci busca pódio de etapa do Ironman 70.3 em Buenos Aires

Será a primeira vez que o triatleta paulista do Shimano Sports Team disputa na Argentina uma das etapas do tradicional circuito de triathlon de longa distância

O triatleta Reinaldo Colucci (SESI/Scott) embarca para a Argentina neste fim de semana, onde disputará mais um importante desafio em sua carreira, o Ironman 70.3 de Buenos Aires. Atual campeão do Ironman 70.3 do Rio de Janeiro, Colucci tem ainda em seu currículo o tetra em Pucón (2008/2010/2013/2014), no Chile, o título da edição de 2008 de Cingapura, e dois vice-campeonatos do Ironman Brasil (2007/2009), em Florianópolis. Neste domingo (12), na cidade de Tigre, município a pouco mais de 30 km da capital argentina, Colucci vai em busca de um lugar no pódio da elite masculina.

“Será a primeira vez que disputo o Ironman 70.3 de Buenos Aires. Este é apenas o segundo ano em que a cidade recebe a prova, com características de ter um percurso plano. Na natação acredito que não haverá necessidade de usar a roupa de borracha e o ciclismo será composto por um circuito de aproximadamente 22 km, com quatro voltas”, conta Reinaldo Colucci. “Será uma prova bem rápida, por isso espero me posicionar bem no pelotão já na natação, permanecer junto deles no ciclismo e ver como será definido na corrida”, completa o triatleta de Ribeirão Preto (SP).

Na natação, o percurso de 1,9 km será realizado nas águas do Puerto Canoas, enquanto o circuito de pouco mais de 22 km do ciclismo estará ligando as avenidas Camino de los Remeros e Boulevard de Todos los Santos. Por fim, os triatletas vão encerrar a prova correndo 21 km em uma área residencial da província argentina. “Estou bem fisicamente. Será a prova mais importante até agora no meu calendário de 2017. Terá suma importância porque vale 750 pontos no ranking do Campeonato Mundial de Kona,em outubro, no Havaí. Espero chegar no top 5, o que me ajudaria muito no objetivo de me classificar para o Mundial”, revela o atleta Shimano.

“A prova está com um nível altíssimo de competidores, com nomes importantes do cenário mundial. Entre os brasileiros, estão também confirmados Santiago Ascenço, Marcus Fernandes e Igor Amorelli, todos eles já venceram um Ironman 70.30 ao redor do mundo, e também estrangeiros como o canadense Lionel Sanders, que tem o recorde mundial de Ironman, e o norte-americano Ben Hoffman, segundo colocado no Mundial do Havaí três anos atrás”, avalia Colucci.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização