29 de maio de 2024
Lauro com o bronze na prova de Scratch - Foto: CBC / Divulgação

Lauro Chaman finaliza Mundial de Paraciclismo com duas medalhas de bronze e uma de prata

Atleta brasileiro encerra sua participação como um dos maiores destaques da competição realizada em Los Angeles, nos Estados Unidos

Com três medalhas acumuladas, o paraciclista brasileiro Lauro Chaman, encerrou o Campeonato Mundial de Paraciclismo de Pista, em Los Angeles, nos Estados Unidos, como um dos maiores destaques da competição. Entre os resultados, estão duas medalhas inéditas conquistadas nas provas de 1km Contra-relógio (Bronze) na sexta-feira, e outra na Perseguição Individual (Prata) no sábado.

Lauro com a medalha de prata – Foto: CBC / Divulgação

Encerrando sua participação, Lauro conquistou de forma brilhante a medalha de bronze na prova de Scratch. Nesta prova os atletas largam em um único grupo e vence quem completar o percurso (15km) na primeira colocação. O brasileiro protagonizou uma prova agressiva desde o princípio e liderou boa parte da corrida, vencendo também o sprint final, mas acabou sendo relegado pelos árbitros e perdendo o título para o britânico Jonathan Gildea.

“É difícil lutar tanto para alcançar uma medalha e quando este momento aparece as coisas não terminam como planejamos. Infelizmente no final acabei saindo um pouco da minha linha de sprint e pelo entendimento dos árbitros fui penalizado e terminei com o bronze. Apesar de tudo agradeço imensamente a torcida de todos e a oportunidade de mais uma vez estar representando a seleção brasileira”, declarou Lauro.

Mesmo caindo para a terceira colocação e garantindo a medalha de bronze, Lauro encerrou a prova aplaudido por toda arquibancada do velódromo de Los Angeles, que reconheceu o seu esforço em uma apresentação de alto nível contra os melhores paratletas da modalidade.

“A prova foi praticamente perfeita. O Lauro estava em um dia inspirado e fez uma corrida muito agressiva e tática, sempre buscando a liderança. Infelizmente tivemos esse imprevisto no final, mas faz parte do esporte. Os resultados alcançados pelo Lauro serão muito importantes para a modalidade e agora é seguir trabalhando pensando nos próximos objetivos”, comentou Emerson Silva, técnico da seleção brasileira.

Fonte: Confederação Brasileira de Ciclismo

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização