25 de abril de 2024

Capital da Noruega oferece ajuda de custo de R$3.700 para a compra de bicicletas elétricas

Prefeitura de Oslo pretende com a medida reduzir a dependência do carro e estimular o uso de transportes mais limpos na cidade

Atormentada pelos crescentes índices de poluição do ar neste último inverno, a cidade de Oslo, na Noruega, está dando aos seus cidadãos uma excelente oportunidade de deixarem seus carros em casa em favor de uma alternativa não poluente e saudável. Desde o início do mês, a prefeitura da cidade está oferecendo uma ajuda de custo de 10 mil coroas norueguesas (cerca de R$ 3.700) como ajuda de custo para a aquisição de bicicletas cargueiras eletricamente assistidas (e-bikes).

O valor do incentivo, que hoje corresponde entre 25% a 50% do valor total deste tipo de bicicleta na Noruega deverá – segundo as autoridades da capital norueguesa -, encorajar a população a adquirir e-bikes para utilizá-las no lugar dos automóveis.

Ciclistas urbanos em Oslo – Foto: Oslo Bysykkel

Para a execução da iniciativa, o governo local destinou cerca de cinco milhões de coroas norueguesas (cerca de R$ 1.856.000,00), de cujo valor total 3 milhões deverão ser utilizados para uso do cidadão comum e dois milhões para pequenas empresas e organizações. Embora possa parecer muito, na verdade  o valor total dará para a aquisição de 500 a 1.000 bicicletas em média, o que significa que o benefício está longe de ser para todos. Para as autoridades da cidade entretanto, a ideia não é transformar o modo de vida do cidadão de um dia para o outro, mas sim incentivar a popularização de uma forma alternativa de transporte, de forma que cada vez mais pessoas possam ver de perto as inúmeras vantagens da bicicleta.

Contra a poluição – Esta não é a primeira vez que autoridades da Noruega veem na bicicleta uma alternativa viável de reduzir a poluição de suas cidades. Há dois anos, a pequena cidade de Lillestrøm, no sul do país, criou uma iniciativa-relâmpago na qual recompensou financeiramente seus moradores que deixassem seus carros na garagem e optassem por utilizar a bicicleta ou caminhar. O valor, de cerca de 35 reais foi pago apenas por apenas algumas horas – tempo suficiente para não levar a cidade a falência.

Além disso, o governo da Noruega pretende investir nos próximos anos 855 milhões de euros para a construção de 10 estradas de mão dupla exclusivas para bicicletas, que cruzarão o país conectando nove das suas principais cidades. De acordo com as autoridades do país escandinavo, o ambicioso projeto pretende reduzir à metade as emissões de gases provocadas pelos veículos automotores.

Assim como várias outras cidades da Europa, Oslo vem sofrendo com a degradação da qualidade do ar devido à poluição causada principalmente pelos automóveis, o que obrigou as autoridades a banir temporariamente a circulação de veículos movidos a diesel neste último inverno.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização