19 de maio de 2024
O Prefeito de Curitiba Gustavo Fruet e o consórcio Bike Fácil assinam o contrato do primeiro serviço público de empréstimo de bicicletas de Curitiba - Foto: Luiz Costa / SMCS

Prefeitura de Curitiba assina contrato para sistema público de empréstimo de bicicletas

Capital paranaense passa a contar em 2017 com um total de 480 bicicletas – incluindo modelos eletricamente assistidos -, distribuídas em 43 estações

A Prefeitura de Curitiba e o consórcio BikeFácil assinaram nesta quinta-feira (22) o contrato do primeiro serviço público de empréstimo de bicicletas na capital paranaense. O sistema contará com 480 bicicletas, distribuídas em 43 estações localizadas na região central da cidade e em universidades.

“Este é mais um investimento da gestão na ciclomobilidade de Curitiba e um incentivo para o cidadão curitibano fazer seus deslocamentos de bicicleta. Temos uma grande expectativa de participação da população e também daqueles que visitam a cidade. Esta é uma importante parceria com o setor privado e o modelo adotado representa atualmente o que há de mais moderno no mundo nesse tipo de sistema, presente em cidades da Europa como Madri”, destaca o prefeito Gustavo Fruet.

Curitiba contará a partir de 2017 com seu primeiro serviço público de empréstimo de bicicletas – Foto: Luiz Costa / SMCS

O usuário poderá optar por fazer um passe semestral de utilização do sistema ao custo de R$ 54 pelos seis meses; mensal, de R$ 12; ou diário, de R$ 5. Os primeiros 45 minutos de utilização da bicicleta serão sempre gratuitos, sendo cobrado depois desse tempo um valor de R$ 2,50 a cada 15 minutos de uso, para estimular o compartilhamento do sistema. Entre duas utilizações gratuitas, o usuário, obrigatoriamente, deverá respeitar intervalo mínimo de 15 minutos – não será possível a retirada de outra bicicleta dentro desse intervalo sem o pagamento da fração. A retirada de bicicleta pelo usuário poderá ser feita por meio de aplicativo de telefone celular e equipamento de autoatendimento nas estações.

“A implantação desse sistema é um marco para a cidade, pois ele traz muitas inovações tecnológicas, como o WiFi nas estações e bicicletas eletricamente assistidas”, lembra Roberto Gregório, presidente da Urbanização de Curitiba S/A (Urbs), o órgão responsável pela organização da licitação vencida pelo consórcio BikeFácil.

As estações estão divididas em grandes – com 16 bicicletas e 20 vagas; médias – 12 bicicletas e 14 vagas; e pequenas – 8 bicicletas e 10 vagas. O consórcio terá 75 dias para colocar a primeira etapa do sistema em funcionamento, com 25 estações e 280 bicicletas. O prazo para a implantação das outras 18 estações e 200 bicicletas será de 65 dias.

A quarta geração dos equipamentos, ainda inédito em outras cidades que utilizam o sistema, oferece rastreamento das bicicletas, conexão em tempo real, além dos dados sobre a viagem realizada, desde o consumo de calorias ao tempo gasto nos trajetos. “Esses dados podem ser utilizados para estudos e melhorias na malha cicloviária da cidade. O sistema prevê assistência elétrica, o que torna a bicicleta muito mais inclusiva, podendo ser utilizada também por quem não é usuário comum”, confirma Eduardo Moraes, sócio-gerente do consórcio.

O usuário poderá optar pela forma de utilização do sistema: só pelo pedal ou no modo assistido, em que partes do trajeto pode ser feitos utilizando-se o sistema elétrico da bicicleta.

Confira os locais das 43 estações

Estações Grandes

  • 19 de Dezembro (Rua Barão do Serro Azul, 479)
  • Botânico (Rua Engenheiro Ostoja Roguski, 333)
  • Marechal Deodoro (Rua Marechal Deodoro, 945)
  • MON II (Rua Manoel Eufrásio, 1.389)
  • Oswaldo Cruz (Rua Brigadeiro Franco, 2.300)
  • Passeio Público (Rua da Glória, 91)
  • Politécnico (Av. Prefeito Lothário Meissner, 632)
  • Prefeitura (Ernani Santiago de Oliveira, 212)
  • Tiradentes (Praça Tiradentes/Catedral de Curitiba)
  • PUC II (Rua Imaculada Conceição, 1.516)
  • Reitoria I (Rua General Carneiro, 415)
  • Reitoria II (Rua Dr. Faivre, 398)

Estações Médias

  • Baden Powell (Av. Sete de Setembro, 2.201)
  • Barão do Rio Branco II (Rua Barão do Rio Branco, 518)
  • Cruz Machado (Rua Cruz Machado, 576)
  • Generoso (Rua Riachuelo, 61)
  • Memorial (Rua do Rosário, 187)
  • Mercado Municipal (Av. Sete de Setembro, 1.810)
  • Prudente de Moraes (Rua Prudente de Moraes, 134)
  • Rui Barbosa (Praça Rui Barbosa/Rua André de Barros)
  • PUC I (Rua Imaculada Conceição, 924)
  • Zacarias (Praça Zacarias, 46)

Estações Pequenas

  • 24 de Maio (Av. Sete de Setembro, 3.554)
  • 24 Horas (Rua Visconde do Rio Branco, 1.691)
  • Augusto Stelfeld (Alameda Augusto Stelfeld, 295)
  • Barão do Rio Branco I (Rua Barão do Rio Branco, 180)
  • Biblioteca Pública (Rua Ébano Pereira, 67)
  • Carlos Gomes (Rua Monsenhor Celso, 361)
  • Conselheiro Laurindo (Rua Conselheiro Laurindo, 280)
  • Fesp (Rua Dr. Faivre, 208)
  • Guadalupe (Rua André de Barros, 832)
  • Jaime Reis (Rua Jaime Reis, 402)
  • Japão (Av. Sete De Setembro, 5.104)
  • Mariano Torres (Rua Mariano Torres, 669)
  • MON I (Rua Marechal Hermes, 600)
  • Osório I (Praça General Osório, 125)
  • Osório II (Alameda Cabral, 9)
  • Paz (Rua da Paz, 195)
  • Rodoviária (Av. Pres. Affonso Camargo, 330)
  • Rosário (Rua do Rosário, 58)
  • Santos Dumont (Rua Saldanha Marinho, 338)
  • Sete de Setembro (Rua Barão do Rio Branco, 763)
  • UFPR (Rua João Negrão, 11)
error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização