24 de abril de 2024
Seleção Brasileira de Estrada Junior - Foto: Divulgação

Seleção Brasileira Junior de Ciclismo de Estrada é campeã da Volta Internacional de Codecan

Nova geração mostra seu talento diante dos melhores do continente em competição realizada no Uruguai

O futuro do ciclismo de estrada brasileiro conquistou destaque entre os melhores ciclistas do continente. Neste fim de semana (17 e 18), jovens até 18 anos de idade brilharam na tradicional Volta Ciclística de Codecam no Uruguai, uma das mais importantes provas das categorias de base da América do Sul. A delegação brasileira foi composta por 13 atletas nas categorias Infanto-Juvenil, Juvenil e Junior. 

Entre os principais destaques estava Vinícius Rangel, atual campeão brasileiro de resistência e contrarrelógio, que sagrou-se campeão na categoria Juvenil. Mesmo com atletas da seleção argentina em peso e os uruguaios lutando muito para comemorar o título em casa, o brasileiro mostrou grande potencial e venceu uma das provas mais disputadas do fim de semana. Já Letícia Alana surpreendeu e teve o melhor resultado do país na Elite Feminina. A brasileira ainda está na categoria Junior, porém segundo o regulamento da competição poderia competir entre as atletas mais experientes e não se intimidou, pedalou forte e cruzou em 7º lugar entre 25 mulheres. 

Comemoração da Seleção – Foto: Divulgação

Ainda na cidade de Melo, nordeste do Uruguai, Ricardo Dalamaria ficou com o título na categoria Junior, com Leonardo Finkler conquistando o vice-campeonato. Victor Ranghetti por pouco não subiu ao pódio, terminando em 4º lugar. Leonardo ainda sagrou-se campeão do prêmio de montanha. O Brasil também viu Marcelo Elias ficar com a medalha de bronze na Infanto Juvenil, seguido por Thiago Elias, 5º colocado e Bruno Giovanella Vendramin, 8º colocado. 

Também representaram a seleção os atletas Luís Constantini, Allan Bazi, Alan Labatut, Bruno Hansen e Henrique Rabuske.

“Os meninos estão de parabéns. Foram bastante competitivos e agressivos na pista. Deram show diante de adversários de peso. Com certeza tem muito potencial para desenvolver e servir as futuras seleções nacionais em alto nível”, contou Eduardo Gohr, responsável pela delegação brasileira no Uruguai.

Fonte: Confederação Brasileira de Ciclismo

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização