23 de maio de 2024

Acessório permite o acionamento eletrônico de transmissões mecânicas

Sistema XShifter utiliza tecnologia Bluetooth para acionar remotamente pequenos motores que realizam as trocas de marchas dos câmbios dianteiro e traseiro

Um engenheiro industrial norte-americano promete revolucionar o crescente mercado de transmissões eletrônicas para bicicletas, ao criar um novo acessório capaz de acionar remotamente câmbios mecânicos comuns.

Desenvolvido por Paul Gallagher, ex-funcionário da SRAM e da Hayes, o XShifter é um sistema eletrônico composto por módulos acoplados aos câmbios dianteiro (caso ele esteja presente) e traseiro. Um pequeno motor no interior do módulo puxa ou libera o respectivo câmbio, comandado por um trocador remoto instalado no guidão e acionado via Bluetooth.

XShifter

Uma bateria recarregável de 450mA se encarrega de alimentar o motor com uma autonomia entre 5 a 15 mil trocas de marchas, ou três meses de uso no modo stand-by. Destacável do módulo, a bateria pode ser recarregada via porta USB.

Compatível com qualquer tipo de câmbio de MTB ou estrada, o XShifter pode ser facilmente instalado em qualquer quadro de bicicletas por meio de abraçadeiras zip-tie, mesmo por quem tem pouco conhecimento de mecânica.

Basta remover os passadores, cabos e conduítes, mas mantendo os câmbios intocados em seus lugares (não importa a marca ou o tipo). Em seguida, basta prender o módulo dianteiro no tubo do selim, logo acima do câmbio. O módulo traseiro é fixado no seatstay direito, próximo ao câmbio. Um pequeno pedaço de cabo de aço preso ao câmbio é então conectado ao motor de seu respectivo módulo para o acionamento eletromecânico.

Um aplicativo para smartphone, disponibilizado para as plataformas iOS e Android, é utilizado para o ajuste fino da troca, com precisão de 10 microns e com a possibilidade de se ajustar individualmente cada marcha.

É possível ainda configurar o XShifter para acionamentos de marcha simples ou sequenciais, como no grupo eletrônico Shimano Di2

XShifter

Baixo peso – Cada módulo de acionamento pesa cerca de 60 gramas. Com a ausência dos pesados cabos e conduítes de acionamento, o XShifter chega a ser 300 gramas mais leve que os sistemas de acionamento mecânico.

Confiante na precisão e na versatilidade de seu produto, Gallagher deu início a uma campanha de arrecadação de fundos para viabilizar a produção do XShifter em escala comercial, através do site de crowdfunding Kickstarter, onde cada módulo com seu respectivo acionador pode ser adquirido em regime de pré-venda por 199 dólares.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização