23 de abril de 2024

Como utilizar corretamente lubrificantes a base de cera na corrente de sua bicicleta

Garanta uma maior autonomia e um menor acúmulo de detritos seguindo as dicas de uso recomendadas pelos fabricantes 

Apesar de relativamente novos no mercado, os lubrificantes a base de cera estão entre os mais utilizados no mundo em correntes de transmissão de bicicletas. Parte de seu sucesso está em sua maior durabilidade e menor acúmulo de sujeira e detritos.

Para desfrutar plenamente dos benefícios deste lubrificante, é necessário alguns cuidados básicos:

Limpeza metódica – Ao contrário dos lubrificante a base de óleos vegetais e/ou minerais, os modelos a base de cera utilizam água como base solúvel. Devido a isto, é necessária uma limpeza completa que remova todo resíduo de oleosidade antes de sua primeira aplicação, caso contrário as partículas de cera não irão aderir corretamente na corrente. Isto vale também para outros componentes de transmissão, como cassete, coroas e polias do câmbio traseiro.

Tanto a corrente quanto demais componentes da transmissão (cassete, coroas e polias de câmbio) deverão estar completamente limpas e secas antes da primeira aplicação
Tanto a corrente quanto demais componentes da transmissão (cassete, coroas e polias de câmbio) deverão estar completamente limpas e secas antes da primeira aplicação

Utilize preferencialmente na limpeza desengraxantes do tipo citrus ou a base de água, como o Algoo ou o Puroil ZipZap, que limpam profundamente sem precisar esfregar muito e não atacam os delicados componentes de sua bike feitos de fibra de carbono, titânio, alumínio, borracha ou plástico.

Após a lavagem, enxague com água em abundância e seque completamente a transmissão antes de aplicar o lubrificante.

O lubrificante Squirt foi um dos primeiros do mercado a utilizar cera como ingrediente ativo
O lubrificante Squirt foi um dos primeiros do mercado a utilizar cera como ingrediente ativo

Primeira aplicação – A primeira aplicação é, entre todas, a mais importante, já que irá promover uma camada de lubrificante com um contato direto com os links internos da corrente. Ao contrário dos óleos comuns, via de regra a aplicação de lubrificantes a base de cera é mais generosa, para que as partículas de cera possam penetrar no interior dos elos da corrente. Após a aplicação, gire a corrente algumas vezes e retire o excesso com um pano seco.

Comercializado em frascos de 15ml, 100ml e 500ml, o Lubrificante Puroil Aqua Cera possui grande resistência ao atrito e impermeabilidade à água
Comercializado em frascos de 15ml, 100ml e 500ml, o Lubrificante Puroil Aqua Cera possui grande resistência ao atrito e impermeabilidade à água

O ideal é que a primeira aplicação seja realizada na véspera da pedalada, dando tempo para o solvente do lubrificante seque completamente, deixando apenas as partículas de cera na corrente. Alguns fabricantes recomendam uma segunda aplicação, cerca de uma hora antes da pedalada para potencializar a proteção e lubrificação da transmissão.

A grande maioria dos fabricantes recomenda que o frasco com o lubrificante a base de cera seja agitado antes de sua utilização, para que a cera seja aplicada homogeneamente.

No caso do lubrificante Smoove, esta precaução é opcional já que, de acordo com seu desenvolvedor, Ruan Deyzel, o produto é totalmente homogêneo.

De acordo com o fabricante, um único frasco de 125ml do lubrificante Smoove possui a autonomia de até 5 mil quilômetros
De acordo com o fabricante, um único frasco de 125ml do lubrificante Smoove possui a autonomia de até 5 mil quilômetros

Reaplicação – Como norma geral e salvo condições externas extremas como chuva e lama excessivos ou pedaladas de longa distância, devemos reaplicar o lubrificante na corrente a cada duas ou três pedaladas. Uma notável exceção é a do lubrificante sul-africano Smoove, que possui uma incrível autonomia com uma única aplicação”

“Nosso lubrificante tem sido utilizado nas provas mais difíceis do mundo como a Absa Cape Epic com excelentes resultados. Se aplicado da forma correta, aplicando o produto na noite anterior nos links internos da corrente previamente limpa, uma única aplicação, poderá rodar entre 200 a 250km”, diz Denio Roberto, o Beto, distribuidor da marca Smoove no Brasil.

Diferentemente da primeira aplicação, a reaplicação se resume a uma única passada de lubrificante pelo interior da corrente, tendo o cuidado de passar antes um pano seco para a remoção da poeira. Após aplicação, remova o excesso.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização