24 de abril de 2024
Foto: Fernanda Carvalho/ Fotos Públicas

Prefeito de São Paulo sanciona lei que gera créditos para quem usar bicicleta

Incentivo será será regulamentado em até 90 dias e créditos obtidos pelos ciclistas poderão ser convertidos em bens e pagamentos de serviços públicos

O prefeito da cidade de São Paulo, Fernando Haddad (PT), sancionou ontem (22) o projeto de lei de criação do programa Bike SP, que prevê que pessoas que usarem bicicleta como meio de transporte para ir ao trabalho recebam incentivos financeiros. A ideia é incentivar o deslocamento de bicicleta em detrimento do transporte automotor, especialmente do automóvel.

A nova lei, que deverá ser regulamentada em até 90 dias, prevê também que créditos obtidos pelos ciclistas poderão ser convertidos em bens e pagamentos de serviços públicos.

A lei aprovada na Câmara e sancionada por Haddad é diferente do projeto inicial apresentado pelo vereador paulistano José Police Neto (PSD), que previa originalmente uma remuneração de até 50 reais para quem se deslocasse de bicicleta.

Segundo Police, a regra vale para os usuários de vale-transporte, do Bilhete Único Mensal e estudantes e permitirá economizar o valor de R$ 3,80 da viagem e ainda receber R$ 2 que a Prefeitura normalmente paga às empresas de ônibus na forma de subsídio, já que o valor total da passagem é de R$ 5,80.

Police afirma que entre os usos possíveis dos do incentivo estarão o aluguel e manutenção de bicicletas e a contratação de seguros.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização