24 de abril de 2024

Ciclista norte-americana estabelece novo recorde de velocidade em bicicleta: 236km/h

Denise Mueller torna-se a mulher mais rápida do mundo em uma bicicleta, ao atingir a impressionante velocidade de 236,574km/h em uma bicicleta de pinhão fixo modificada

A ciclista norte-americana Denise Mueller tornou-se a mulher mais rápida do mundo em uma bicicleta, ao estabelecer o novo recorde de velocidade de 236,574km/h, a bordo de uma bike de pinhão fixo construída especialmente para a tentativa.

Para estabelecer o novo recorde, Mueller utilizou uma bicicleta especialmente modificada, cuja geometria do quadro priorizou um baixo centro de gravidade para manter a estabilidade em altas velocidades. A bicicleta, uma KHS de pinhão fixo, utiliza um engenhoso sistema de duas coroas de 60 dentes cada, resultando em uma relação de 38 metros percorridos a cada volta completa dos pedais.

Para estabelecer o novo recorde, Denise utilizou uma bicicleta de pinhão fixo especialmente construída pela KHS Cycles
Para estabelecer o novo recorde, Denise utilizou uma bicicleta de pinhão fixo especialmente construída pela KHS Cycles

A tentativa foi realizada no mundialmente famoso Bonneville Salt Flats, um deserto de sal com cerca de 260 km², localizado ao nordeste do estado norte-americano de Utah, região famosa pelas corridas de alta velocidade com veículos que chegam a ultrapassar os 1000 km/h.

Denise Mueller contou com o auxílio do vácuo de uma SUV com uma carenagem especial
Denise Mueller contou com o auxílio do vácuo de uma SUV com uma carenagem especial

Para atingir o novo recorde de velocidade, Denise, de 43 anos de idade, contou apenas com o vácuo de um veículo SUV com uma carenagem especial e suas próprias pernas.

Longe de se dar por satisfeita, Denise avisa: sua próxima meta será tentar bater em breve o recorde mundial masculino, atualmente na marca de 268km/h.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização