25 de abril de 2024
Trek Stache 9.8

Stache, a mountain bike da Trek equipada com ‘rodas gigantes’

Fabricante norte-americano de bicicletas aposta forte no ‘super formato’ de rodas 29 Plus

Um dos poucos fabricantes a apostar nas bicicletas no formato 29+ (Plus), a Trek anunciou esta semana um upgrade em sua linha de MTB Trail Stache, que passa a oferecer quadros de fibra de carbono OCLV, como opção aos atuais, construídos em liga de alumínio.

Compatível com pneus extra-largos de 29 x 3.0″, as novas Stache 9.6 e 9.8 2017 destacam-se por suas medidas não usuais, necessárias para a acomodação de suas ‘rodas gigantes’. Um bom exemplo disto foi a utilização de um tubo do selim com uma curvatura para trás, acompanhando a roda traseira. Esta solução permitiu a utilização de stays bastante curtos, tornando a Stache ágil o suficiente, apesar de seu tamanho.

A estabilidade e facilidade na transposição de obstáculos deste formato de bike foi potencializado ainda mais com a utilização de chainstays elevado, conceito muito utilizado na década de 90 e que a Trek está trazendo de volta. Este tipo de design de quadro, além de afastar o chainstays do solo, evita também a ocorrência de ‘chicotadas’ causadas pela corrente da transmissão. Além disso, o fato da montagem do chainstay ser assimétrico em relação ao stay inferior esquerdo, aumenta a rigidez estrutural do quadro.

Detalhe do chainstay elevado assimétrico e do dropout ajustável
Detalhe do chainstay elevado assimétrico e do dropout ajustável

O dropout do quadro é ajustável, permitindo seu ajuste entre  405 e 420mm, além de facilitar a instalação das rodas (a Stache é compatível com rodas ‘comuns’ aro 29″) e de uma eventual transmissão de velocidade única (singlespeed), ou mesmo uma transmissão por correia dentada, graças ao seu chainstay elevado.

O espaço necessário à acomodação dos grossos pneus de 3 polegadas de largura é garantida em parte à combinação entre o eixo de roda no padrão Boost (148mm) em combinação com a utilização de um movimento central PF92.

Em termos de geometria, existem poucas diferenças entre os quadros Stache de carbono e os de alumínio.

Nos modelos de carbono OCLV, a altura do movimento central em relação ao solo é 5mm mais baixa, o que garante uma pilotagem mais agressiva. Já o tubo superior dos modelos em fibra de carbono são 15mm mais longos em relação às Stache com quadros de alumínio.

Trek Stache 9.6 Carbon
Trek Stache 9.6 Carbon

Todos os modelos Trek Stache contam com garfos de suspensão com 120mm de curso. No modelo topo de linha Stache 9.8 Carbon, o amortecedor utilizado é o novo RockShox Pike 29+. Já a Stache 9.6 Carbon utiliza o garfo RockShox Yari.

Trek Stache 7 Aluminum
Trek Stache 7 Aluminum

Além dos modelos em carbono, fazem parte da linha as bicicletas Stache 7 e Stache 5, construídas com quadros de alumínio Alpha Platinum.

Trek Stache 5 Aluminum
Trek Stache 5 Aluminum

Além das bicicletas comercializadas completas, a Trek disponibilizará para a venda o quadro avulso da Stache, apenas na versão em carbono OCLV, 400 gramas mais leve que o modelo em alumínio atual. Isto resulta em um peso final de apenas 12,33kg para a Stache 9.8.

Quadro em carbono OCLV da Trek Stache
Quadro em carbono OCLV da Trek Stache

As bicicletas e quadros serão disponibilizados nos tamanhos 15.5, 17.5, 18.5 (este em alumínio apenas), 19.5 e 21.5″.

De acordo com a Trek, o modelo Stache 9.8 Carbon, equipado com grupo SRAM X01 de 1 x 11 velocidades, canote telescópico Bontrager Drop Line e pneus Bontrager Chupacabra será comercializado a partir de setembro pelo preço sugerido de US$ 4.699,99.

Já o modelo base, a Stache 5 terá o preço sugerido de US$ 1.579,99. O quadro avulso em carbono OCLV será vendido por US$ 1.579,99.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização