25 de maio de 2024
Belo Horizonte é a segunda cidade do país a utilizar este tipo de equipamento - Foto: Mariana Gil / WRI Brasil Cidades Sustentáveis

Ciclovia de Belo Horizonte recebe equipamento para contagem automática de bicicletas

Instalado na tarde de hoje (01), totem eletrônico registrou em seus primeiros 45 minutos de atividade 67 bicicletas circulando pela ciclovia

Seguindo a tendência das grandes cidades que desenvolvem projetos sobre mobilidade urbana, Belo Horizonte é a segunda cidade no país, junto com São Paulo, a instalar um totem eletrônico para contagem automática de bicicletas.

Instalado na ciclovia da Avenida Bernardo Monteiro, esquina com Avenida Afonso Pena, o equipamento permitirá coletar informações que serão utilizadas em futuras ações de mobilidade cicloviária pela Prefeitura de Belo Horizonte.

Como funciona: O contador detecta bicicletas de tamanhos e formatos diferentes nas duas direções. A contagem é feita em tempo real, ou seja, os números são atualizados conforme as bicicletas circulam no local. A detecção é realizada por leitores magnéticos posicionados no solo, onde está pintada a ciclovia, que analisam com precisão a massa eletromagnética das bicicletas. No painel do totem a quantidade de ciclistas é exibida em três contagens: diária, mensal e anual.

O totem foi doado à Prefeitura pelo Banco Itaú, patrocinador oficial das já famosas bicicletas ‘laranjinhas’ do sistema de compartilhamento de bicicletas BikeBH.

Apenas em seus primeiros 45 minutos de atividade – das 14h às 14h45, o equipamento registrou 67 bikes circulando pela ciclovia. “O equipamento é muito sensível e só registra bicicletas. O objetivo é estimular o uso deste meio de transporte e mostrar que ele está crescendo cada vez mais na cidade”, disse a coordenadora do Projeto Pedala BH, da BHTrans.

A ação faz parte da campanha ‘BH tem espaço para todos’ #respeiteabicicleta que visa incentivar o uso da bicicleta nas ruas da capital mineira.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização