29 de maio de 2024
Linha Scott 2017 - Foto: Divulgação / Scott

Scott apresenta suas novas linhas de bicicletas MTB Spark e Scale 2017

Mais leves, rígidos e desenvolvidos com nova tecnologia, modelos tem como objetivo proporcionar ao ciclista a experiência de pedalar no mais alto nível

A Scott, uma das principais marcas de bicicletas do mundo, apresentou nesta quinta-feira (23) suas duas novas linhas de mountain bikes XC 2017, a  Scale (hardtail) e a Spark (full suspension).

Scott Scale 2017

Com seus quadros mais leves e rígidos em relação ao último ano, as novas bikes foram desenvolvidas com nova tecnologia, comprovando a paixão e o comprometimento da marca suíça que não pensa somente em oferecer ao ciclista um equipamento de alta qualidade, mas também proporcionar o mais alto nível de pedal/competição.

Linha Scale 2017

A grande dominadora de incontáveis batalhas em copas do mundo

Essa super máquina da Scott venceu muitas etapas da Copa do Mundo e pode se gabar de ter conquistado os títulos de campeã mundial e da Copa do Mundo. Quando pensamos em Scale, lembramos de Nino Schurter, pois nenhuma outra combinação atleta / bicicleta venceu tantas competições.

Scott Scale 2017

Devido a sua longa trajetória de grandes conquistas, é difícil encontrar uma bike que possa competir com a Scale. Um bom exemplo é o caso da jovem promessa do MTB feminino Jenny Rissveds, que estabeleceu um novo recorde ao vencer todas as etapas da Copa do Mundo Sub-23 em 2015 a bordo deste modelo.

Scott Scale 2017

Destaques

  • 849 Gramas para o Quadro Scale SL no Tamanho M (Fibras HMX).
  • Geometria redefinida: superioridade em todas as manobras (comparado a Scale anterior).
  • Em média 47% mais confortável que a Scale anterior sem perder rigidez e ainda mais ágil.

Scott Scale RC 900 Worldcup

Suporte do caliper de freio traseiro – O funcionamento do seatstay é fundamental para o conforto do atleta enquanto encara os diferentes obstáculos. Para que o seatstay desempenhe o papel de absorver as irregularidades do terreno mesmo durante as frenagens, o suporte da pinça de freio traseiro fica localizado entre os stays superior e inferior traseiro, ao contrário de outras bikes que o posicionam sobre o stay superior.

Scale_RC_900_WorlScott Scale RC 900 Worldcupdcup

Nova gancheira – redesenhado para ser integrada ao eixo da roda traseira, o novo design, mais leve e eficiente, evita danos ao quadro em caso de impacto no câmbio traseiro. Disponível para câmbios SRAM e Shimano Direct Mount.

Scott Scale RC 900 Worldcup

Geometria do quadro – o chainstay da linha 29″ está mais curto em 13mm além de ter o ângulo do tubo do selim 1,1° mais elevado, ajudando a distribuir o peso do ciclista de forma equilibrada entre as duas rodas.  A 27,5″ segue a mesma geometria, porém com o chainstay mais curto em 2mm.

Scott Scale 2017

“A nova Scale não é só incrivelmente leve, mas também preconiza muito conforto em seu triângulo traseiro, o que é muito importante quando passo por descidas muito técnicas.  Ela me poupa energia tanto nas descidas quanto nas subidas. Outra grande mudança é a geometria que me proporciona melhor distribuição de peso entre as duas rodas e uma frente mais estável, além da bicicleta estar mais ágil devido ao chainstay mais curto”, afirma Nino Schurter.

Observação: os modelos 945 e 965 em alumínio não existiam no ano passado. Essas novidades trazem componentes SRAM, algo que não acontecia.

Linha Spark 2017

Leveza com simplicidade

Por despertar o interesse tanto de atletas profissionais quanto amadores, a nova linha Spark vem para atender  todos os tipos de ciclistas. Para isto, a Scott desenvolveu quadros específicos para utilização com duas coroas, além de um modelo desenvolvido para transmissão de coroa única.

Scott Spark 2017

Baseada no critério seletivo do campeão mundial Nino Schurter na montagem, a nova Spark não é diferente daquela que chega ao consumidor final. Isso vale para todos os 33 modelos da linha. Veja as novidades da versão 2017:

Câmbio dianteiro High Direct Mount – enquanto a Spark antiga utilizava a montagem Direct Mount para o câmbio dianteiro, o modelo 2017 vem com o sistema High Direct Mount nos modelos equipados com duas coroas, o que permitiu mais espaço para a utilização de um pivô principal mais largo e um chainstay mais reforçado. O quadro da Spark RC é projetado especificamente para o uso de somente uma coroa na dianteira, o que resultou em uma maior leveza e rigidez em pontos específicos do quadro, além de retrabalhar a simetria do conjunto, formado por triângulo dianteiro e balança traseira.

Nova balança traseira – construída a partir de uma única peça de carbono moldada, com menos metal em suas junções e menos encaixes. A nova balança resultou na redução do peso total da bicicleta em 130 gramas.

Scott Spark RC 900 Worldcup_01

Amortecimento Trunnion Mount – Para 2017 a Scott adotou o novo sistema de amortecimento traseiro Metric Trunnion Mount. O corpo do amortecedor agora se estende entre os dois parafusos de fixação em um novo posicionamento, permitindo um maior curso sem a necessidade de alterar seu comprimento original (165mm). Assim, o curso efetivo do amortecedor passa de 38mm para 40/45mm, representando um ganho de até 7mm durante seu funcionamento.

Scott Spark 2017

Tecnologia de amortecimento – O link do pivô foi alterado para um rocket link, permitindo chegar a características e funcionamento do amortecedor superiores ao design anterior. Após anos de estudo, os engenheiros da Scott substituíram a plataforma antiga, pois concluíram que esse sistema é o caminho certo para oferecer a melhor cinemática, aliada ao mais baixo peso e rigidez.

“A nova Spark vem pronta para competir no mais alto nível. Eu não poderia querer no momento uma bike mais perfeita. Ela é inacreditavelmente leve e rígida, me proporcionando a sensação de eficiência de uma hardtail.  O comportamento desse novo quadro se encaixa perfeitamente ao meu estilo de pilotagem, pois a nova cinemática proporciona amortecimento mais eficiente e progressivo.  A suspensão é mais sensível no início do curso e se torna mais estável do SAG em diante com a progressão do curso final perfeita para o XCO”, analisa o atleta Scott, Nino Schurter.

Scott Spark 2017

Leveza nos detalhes: componentes Syncros SL – Reduzir cada vez mais o peso do quadro sem perder rigidez. O segredo de conseguir o melhor resultado dentro desses padrões está nos componentes Syncros SL, presentes, por exemplo, na Scale 700 RC SL. A linha é uma das novidades nas bicicletas 2017 da Scott e foi desenvolvida baseada com objetivo de reduzir o peso, proporcionar maior conforto e aumentar a rigidez estrutural das bikes.

Divisão dos modelos nas linhas – Os modelos Scale serão divididos em RC (carbono HMX); 900, 910, 920, 930 e 935 (carbono HMF); e os 940, 945, 950, 960, 965 e 970 (alumínio). Ao todo são mais de 26 bikes diferentes, tanto 27,5” quanto 29” – além da linha feminina Contessa.

Já na linha Spark, são 33 modelos diferentes, divididos em:

  • RC SL; RC World Cup; RC Ultimate e RC Pro 700/900: carbono HMX, 1 Coroa e Susp. Diant. 100mm
  • Ultimate e Premium: 700/900:  carbono HMX, 2 Coroas e Susp. Diant. 120mm
  • 900/700, 910/710, 920/720, 930/730: carbono HMF, Susp. Diant. 120mm
  • 940/740, 945/745, 950/750, 960/760: alumínio, Susp. Diant. 120mm

Scott Spark 2017

Segurança e proteção – Outra novidade da linha mountain bike da Scott é o novo capacete Centric Plus. Desenvolvido sob acompanhando de pilotos de expressão mundial, ele traz toda a experiência da marca para oferecer maior aerodinâmica, além de mais ventilação e conforto.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização