22 de maio de 2024
Henrique Avancini - Foto: Maximiliano Blanco / CBC

Seleção Brasileira de MTB mostra evolução na Copa do Mundo de Albstad, na Alemanha

Equipe volta a competir já no próximo fim de semana em La Bresse, na França

A segunda etapa da Copa do Mundo de MTB Cross Country, realizada neste fim de semana (21 e 22) em Albstad, na Alemanha, mostrou mais uma vez porquê é uma das mais desafiadoras da temporada.  A pista com duas subidas longas e descidas velozes exigiu bastante técnica e foco dos competidores. A Seleção Brasileira, formada por Henrique Avancini, Isabella Lacerda e Raiza Goulão, mostrou que está cada vez mais competitiva diante dos melhores pilotos da atualidade.

Na Elite Masculina, Henrique Avancini teve um início de prova muito forte, chegando a andar no Top 10 na quarta e quinta voltas. Mas a experiência dos demais adversários fez a diferença e o brasileiro acabou sendo superado, terminando a prova na 38ª posição. O campeão foi o suíço Nino Schurter, seguido pela dupla francesa Julien Absalon, segundo, e Maxime Marotte, terceiro.

“Consegui andar muito bem hoje, mantive um bom ritmo, crescendo gradativamente. Infelizmente não deu pra segurar e acabei ficando para trás nas duas últimas voltas. Mas, o mais importante era ajudar o Brasil à somar pontos no ranking internacional e fiz o meu melhor para contribuir. Vamos corrigir alguns erros e partir para a próxima com mais garra e determinação”, contou Avancini.

Já na Elite Feminina, a disputa também foi intensa do começo ao fim, mas a dinamarquesa Annika Landvac conseguiu abrir uma boa vantagem e cruzou a linha de chegada na primeira colocação com quase um minuto e meio de diferença para a segunda colocada, a sueca Jenny Rissveds. A canadense Catharine Pendrel ficou com o bronze. Raiza Goulão alcançou a 31ª posição e Isabella Lacerda não completou.

“Tivemos um grande dia aqui na Alemanha. Melhoramos muito em relação ao ano passado nessa pista. O circuito é difícil com fortes subidas e um terreno muito escorregadio. O fato dos atletas correrem dois anos consecutivos no mesmo local permitiu um aprendizado técnico e de estratégia grande, fazendo com que eles alcançassem um resultado melhor que o de 2016. Isso mostra que o trabalho vem surtindo efeito e temos plenas condições de evoluir ainda mais”, afirmou o técnico Carlos Polazzo.

A Seleção Brasileira segue na Europa e já no próximo fim de semana (28 e 29) volta a competir na terceira etapa da Copa do Mundo. O desafio será em La Bresse, na França.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização