22 de maio de 2024
Rubens Donizete - Foto: Maximiliano Blanco / CBC

Seleção Brasileira de MTB busca pontos para a Rio 2016 em provas internacionais

Atletas se preparam para maratona de provas no Chile, Argentina, Alemanha e França

A Seleção Brasileira de Mountain Bike terá um mês de maio repleto de compromissos de alto nível em busca de pontos importantes para o país no ranking que leva aos Jogos Olímpicos do Rio 2016. A maratona começa já neste fim de semana (7 e 8) em La Ligua, no Chine. Ricardo Pschiedt e Rubens Donizete foram escalados para competir na Copa Chile Internacional, evento classe 2 da UCI.

Depois da passagem pelo Chile, a dupla segue para La Calera, na região de Cordoba, para disputa do Abierto da Argentina de XCO, marcada para o sábado (22 de maio). No mesmo fim de semana, Henrique Avancini, Isabella Lacerda e Raiza Goulão estarão na Alemanha para encarar a Copa do Mundo de MTB em Albstad. Na semana seguinte, o trio continua na Europa, mas dessa vez partem para La Bresse, na França, para mais uma etapa da Copa do Mundo, agendada para os dias 28 e 29 de maio.

“Optamos por dividir o grupo para ampliar as possibilidades de pontuar no ranking, que será finalizado no dia 24 de maio. O Brasil está em 12º lugar no ranking olímpico feminino e 14º no masculino, então faremos o possível para conquistar mais vagas para o País nos Jogos”, comentou o técnico Carlos Polazzo.

De acordo com os critérios de classificação da UCI (União Ciclística Internacional) para o evento no Rio de Janeiro, os cinco primeiros países do ranking olímpico masculino terão direito à três vagas, do 6º ao 13º colocado serão disponibilizadas duas vagas e do 14º ao 23º haverá apenas um representante. Já na disputa feminina, as oito primeiras nações tem direito à duas vagas, do 9º ao 17º lugar conquistam uma vaga.

Fonte: Confederação Brasileira de Ciclismo

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização