12 de abril de 2024

Ciclista flagrada com motor escondido na bike será banida do Ciclismo, diz UCI

Entidade quer dar punição exemplar a Van den Driessche para evitar futuras tentativas de fraude mecânica

Um mês e meio após ter sido flagrada competindo com um motor escondido no quadro de sua bicicleta, Femke Van den Driessche deverá receber a mais alta punição adotada pelo regulamento da União Ciclística Internacional (UCI): o banimento permanente do esporte.

De acordo com a Comissão Disciplinar da UCI, além da suspensão, a a ciclista belga receberá ainda uma multa no valor de 50 mil euros (cerca de 207 mil reais).

Para coibir o uso deste tipo de prática, conhecida como ‘doping mecânico’, desde 30 de janeiro a UCI introduziu novas medidas de fiscalização e de punição para estes tipos de casos, que vão desde os 6 meses de suspensão e multas no valor de 18 mil euros até o banimento perpétuo das competições.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização